Redução produtiva evita perda do poder de compra do produtor de frango
CI
Agronegócio

Redução produtiva evita perda do poder de compra do produtor de frango

Setor fecha março com valor 50% maior ao período de 2012
Por:
Embora o mês não tenha sido dos mais favoráveis - devido à clara retração do consumo (efeito Quaresma, sobretudo) - o frango vivo comercializado no interior paulista encerra março com um valor cerca de 50% superior ao registrado um ano atrás, em março de 2012.


Foi um desempenho visivelmente superior ao do frango abatido que, no mês, obteve valorização próxima de 38% e muitíssimo melhor que o de sua principal matéria-prima, o milho, cuja cotação média deve encerrar março com valorização em torno de 7%.

Aparentemente, pois, o frango vivo voltou a ser um bom negócio. Mas o raciocínio só é válido em uma comparação de curto prazo - por exemplo, março de 2013 em relação a março dos dois anos anteriores. Porque, numa análise de prazo mais longo, o ganho maior do frango vivo em relação a sua principal matéria-prima, o milho, praticamente se dilui.


Em outras palavras, o ganho do frango vivo em relação ao milho é realmente significativo em relação a 2011 e 2012 (em pontos percentuais, mais 34,86 e 42,72, respectivamente). Mas, comparativamente aos preços praticados em março de 2009 e de 2010 quase desaparecem, ficando limitados a 7,33 e 4,13 pontos percentuais.


Isso quer dizer, em última instância, que o volume de frangos hoje necessário para adquirir uma saca de milho (cerca de 11,6 kg) é apenas 4,6% e 2,3% menor que os de, respectivamente, março de 2009 e março de 2010. De onde se conclui que, não fosse a fortíssima (e compulsória) redução da produção em decorrência da crise de 2012, a capacidade aquisitiva do produtor no tocante à matéria-prima essencial do frango seria hoje substancialmente menor.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.