Reunião entre Fenapec e Abiec debate amanhã criação do Consecarne
CI
Agronegócio

Reunião entre Fenapec e Abiec debate amanhã criação do Consecarne

O assunto foi deliberado durante encontro nacional
Por:
Nesta terça feira, dia 24, às 15 horas, pecuaristas de todo país, liderados pela Fenapec (Frente Nacional da Pecuária) vão se reunir em São Paulo com a diretoria da Abiec (Associação Brasileira da Indústria Exportadora de Carne) para discutir uma agenda positiva da cadeia produtiva da carne bovina. A Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), membro da Frente, será representada pelo presidente Francisco Maia. A principal pauta será a criação do Consecarne (Conselho Paritário Pecuaristas-Frigoríficos), que irá regular o preço do boi no mercado, a exemplo do que já acontece com a indústria leiteira, da cana e outras cadeias do setor agrícola.


O assunto foi deliberado durante encontro nacional promovido pela Fenapec (Frente Nacional da Pecuária), em Cuiaba (MT), no dia 8 de julho. Os frigoríficos JBS e Marfrig já se posicionaram a favor da criação do conselho. Para Maia, o Consecarne irá pacificar as divergências entre produtores e indústria no que se refere a preço, classificação de carcaça, metodologia de pesagem, entre outras questões.

Segundo informou Luiz Antonio Nabhan Garcia, presidente da UDR (União Democrática Ruralista), entidade que faz parte da Fenapec “este conselho da carne está sendo inspirado no Consecana, que, aliás, vem dando muito certo e trouxe equilíbrio entre usineiros e produtores de cana de açúcar, de forma que temos que criar uma regra semelhante para frigoríficos e pecuaristas, pois a situação dos criadores e invernistas está cada dia mais grave com o prejuízo e o empobrecimento de um setor que em função desta baixa inexplicável da arroba do boi e da vaca está migrando de forma preocupante para outras atividades.”


A ideia do Consecarne é primordialmente estabelecer um preço mínimo (custo e lucratividade) para o produtor, conforme conversa que a Fenapec já manteve com alguns representantes de indústrias frigoríficas, como a JBS, Marfrig e outros que já manifestaram disposição para apoiar a iniciativa, portanto o que está faltando é por em prática o Conselho que será composto por pecuarista e indústria.

Apoio do Congresso

Outro apoio relevante para os produtores é o da Frente Parlamentar da Agropecuária do Congresso Nacional, onde seu presidente, deputado Homero Pereira (PSD-MT), informou que logo após o recesso parlamentar serão realizadas audiências públicas para se discutir agendas positivas e o fortalecimento de um setor produtivo tão relevante do agronegócio que é a pecuária nacional.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink