Rondonópolis volta a liderar as exportações
CI
Agronegócio

Rondonópolis volta a liderar as exportações

Desde o ano passado, município do sul de Mato Grosso tem disputado o primeiro lugar no ranking dos que mais exportam com Sapezal e Sorriso
Por:
Desde o ano passado, município do sul de Mato Grosso tem disputado o primeiro lugar no ranking dos que mais exportam com Sapezal e Sorriso


Rondonópolis volta a liderar as exportações do acumulado até agosto em Mato Grosso totalizando US$ 919,6 milhões. O aumento chega a ser de 76%  frente ao total do mesmo período de 2011 (US$ 519 milhões). No ano passado, o município ocupava a terceira colocação no acumulado estadual de janeiro a agosto, com Sorriso em primeiro lugar, que este ano aparece na segunda colocação (US$ 835,4 milhões) no período. Em seguida está o município de Sapezal (US$ 595,7 milhões). Os quatro municípios são responsáveis por 30,4% das exportações estaduais que somaram US$ 9,2 bilhões.


Durante os primeiros oito meses deste ano a liderança vem se revezando entre os três municípios. Desde 2011, as cidades disputam os três primeiros lugares entre os que mais exportam, favorecidos principalmente pela venda da soja a preços mais elevados do que o ano passado. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).


O município de Rondonópolis aumentou a receita no acumulado de janeiro a agosto em 76,52%, a maior expansão entre os cinco líderes, que têm ainda Nova Mutum (US$ 506,9 milhoes) e Lucas do Rio Verde (US$ 431,4 milhões).

A forte demanda pelos subprodutos da soja, entre eles, o óleo, foi o responsável pela expansão.
As vendas estaduais para o comércio exterior somaram US$ 9,37 bilhões neste ano, 31% acima do acumulado em igual período de 2011, US$ 7,13 bilhões. As cinco cidades juntas são responsáveis por US$ 3,28 bilhões, dos  mais de US$ 9,37 bilhões contabilizados até agosto. Entre os cinco, apenas Nova Mutum apresentou queda se comparado ao mesmo período de 2011.


Sorriso, segundo colocado do ranking estadual, apresentou aumento de 48%, passando de US$  564,3 milhões para US$ 835,4 milhões.

Em terceiro lugar, Sapezal registrou crescimento de 23,45%, ao atingir faturamento de US$ 595,7 milhões ante US$ 482,5 milhões.

Já Nova Mutum apresentou queda de 3,29% ao sair de US$ 524,24 milhões para US$ 506,99 milhões.

Encerrando os cinco grandes aparece Lucas do Rio Verde com aumento de 51,51%, com US$ 431,41 milhões frente a US$ 284,74 milhões, o segundo maior crescimento no acumulado do ano.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink