RS: Serafina Corrêa inicia projeto de otimização do sistema plantio direto
CI
Imagem: Divulgação
AGRICULTURA

RS: Serafina Corrêa inicia projeto de otimização do sistema plantio direto

Produtores de grãos em Serafina Corrêa passam a contar com mais uma oportunidade para otimizar suas lavouras
Por:

Produtores de grãos em Serafina Corrêa passam a contar com mais uma oportunidade para otimizar suas lavouras e buscar melhores rendimentos a partir desta safra. Trata-se de um projeto de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) visando ao aprimoramento do sistema plantio direto no município, proposto pela Emater/RS-Ascar.

O engenheiro agrônomo Eliazer Kosciuk, extensionista rural, destaca que já há um trabalho consolidado de Manejo Integrado de Pragas (MIP), intensificado com um grupo de produtores, o que vem reduzindo de forma significativa as aplicações de inseticidas nas lavouras e os custos de produção.

A partir desta safra, além do MIP, a Emater/RS-Ascar, em parceria com a Embrapa Trigo e entidades locais, passa também a atuar em estratégias para incrementar a produtividade das lavouras, otimizando o manejo do solo no sistema plantio direto. O engenheiro agrônomo Leandro Ebert, extensionista rural, explica que a intensificação das ações de Aters no município voltadas à produção de grãos foi demandada pela comunidade serafinense em levantamentos feitos pela equipe municipal e que essa passa a ser uma das prioridades de atuação institucional no município. De acordo com ele, um dos gargalos que vem limitando a produtividade e comprometendo as safras em anos de secas ou estiagens, como a safra passada, é justamente o manejo do solo no plantio direto. Por isso, foi buscada a parceria com a Embrapa Trigo, visando trazer soluções tecnológicas que possam ser aplicadas no município ressalta.

Nesta segunda-feira (07/12), foi realizado o encontro MIP Soja da safra 2020/21, com produtores que participam do projeto de manejo integrado e que foram os primeiros a conhecer a proposta. No encontro, realizado em local aberto, nas lavouras de soja da família de Danilo Mezzomo, e seguindo todos os protocolos de prevenção da Covid-19, foram acertados detalhes para o monitoramento de pragas nas lavouras de soja nessa safra e realizado o diagnóstico da condição dos solos, com relação à sua estrutura física. ?A atividade foi realizada na prática pelos participantes que puderam visualizar, analisar e discutir as condições físicas em diferentes profundidades do solo após anos de plantio direto, destaca Ebert.

No encontro, os participantes também receberam os panos de batida para fazer o monitoramento das pragas na soja, dando continuidade ao projeto MIP Soja, com patrocínio do Sicredi, e também foi lançada a nova versão do aplicativo utilizado desde a última safra pelo grupo, para registro dos monitoramentos de pragas. Nas próximas etapas, as soluções tecnológicas para otimização do sistema plantio direto serão trabalhadas com os agricultores e divulgadas para a comunidade. O projeto está aberto a todos os agricultores do município de Serafina Corrêa que tenham interesse e as inscrições são feitas junto ao Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink