Ruralista terá mais tempo para pagar suas dívidas

Agronegócio

Ruralista terá mais tempo para pagar suas dívidas

A alteração do prazo, porém, precisa passar pela sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva até terça-feira
Por:
889 acessos

Agência Anhanguera de Notícias - O produtor rural terá um prazo maior para obter recursos para a atual safra, sem que pendências já existentes sejam obstáculo à obtenção de crédito novo. Foi alterado de 30 de junho, próxima terça-feira, para 30 de setembro o prazo para o fechamento do acordo e pagamento da primeira parcela dos passivos inscritos em Dívida Ativa da União (DAU). A informação é do deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS), que obteve a confirmação da ampliação do prazo com o procurador-geral da Fazenda Nacional, Luís Inácio Lucena Adams. A alteração do prazo, porém, precisa passar pela sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva até terça-feira.

A mudança, de acordo com o parlamentar, foi viabilizada por uma emenda incluída na Medida Provisória (MP) 457. 'Embora a lei de renegociação das dívidas agrícolas tenha sido publicada em setembro do ano passado, o Banco do Brasil só disponibilizou os telefones para repactuação dos passivos em Dívida Ativa no fim de maio', comentou Heinze. 'Isso atrasou as negociações e congestionou os telefones para o acerto.

Ainda que a data possa ser prorrogada, o produtor que tiver pendências já deve entrar em contato com a empresa responsável pelo atendimento. Os telefones são 4003-0494 (capitais) e 0800-8800494 (demais localidades). Os que pretendem liquidar integralmente a operação têm até o dia 30 de dezembro deste ano para fazer o pagamento.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink