Rússia não deve reduzir exportações de grãos

MERCADO INTERNACIONAL

Rússia não deve reduzir exportações de grãos

Expectativa, no entanto, é de aumento das vendas
Por: -Leonardo Gottems
122 acessos

A Rússia, maior exportador mundial de trigo, disse em 27 de fevereiro que não pretende impor restrições comerciais, negando notícias de que pretende reduzir as exportações de grãos, segundo um relatório da Reuters. O Ministério da Agricultura rejeitou relatos recentes da mídia de que havia estabelecido cotas de exportação para os comerciantes, acrescentando que prevê exportações de grãos para atingir 42 milhões de toneladas em 2018/2019. 

Nesse cenário, a Rússia anunciou que acabou exportando 36 milhões de toneladas de grãos durante o ciclo comercial da safra de 2017/2018. Sendo assim, esse número representa um aumento de 6 milhões de toneladas a menos do que está previsto para ser vendido para o comércio exterior na próxima safra. 

"O ministério não vê atualmente nenhum pré-requisito para a revisão (da previsão) e não discute a introdução de quaisquer medidas restritivas para as exportações de grãos", disse o ministério, garantindo que o país não pretende perder o posto de uns dos mais competitivos do mundo quando se trata de mercado externo e exportações. 

Além disso, também de acordo com o relatório divulgado pela agência Reuters, a Rússia é considerada como sendo o maior exportador de trigo do mundo e deverá comercializar 37 milhões de toneladas do cereal no ciclo de 2018/2019. Fato esse que acabou preocupando os analistas dos Estados Unidos, devido à perda da competitividade dos norte-americanos. 

Segundo Andrew Sowell, analista do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, “embora o trigo dos EUA ainda seja competitivo, é pouco provável que a situação se mantenha no próximo ano comercial", conclui. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink