SC tem novos programas para recuperar prejuízos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,636 (-1,30%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (2,18%)

Imagem: Divulgação

DO TEMPORAL

SC tem novos programas para recuperar prejuízos

Tornado e ciclone trouxeram prejuízo em várias culturas no estado
Por: -Eliza Maliszewski
165 acessos

Santa Catarina ainda contabiliza os prejuízos causados por fenômenos climáticos. No final de junho um ciclone bomba gerou perdas de R$ 304,6 milhões. Nos dias 14 e 15 de agosto, os catarinenses foram novamente surpreendidos com um tornado, foram 1.119 estabelecimentos agropecuários atingidos em 22 municípios As perdas chegam a R$ 50 milhões na área rural. Recentemente episódios de granizo também trouxeram prejuízo.

Para ajudar na recuperação da estruturas danificadas da agricultura e pesca o governo catarinense anunciou dois novos projetos com financiamentos sem juros, além de adequações em duas linhas já existentes. “Temos conversado com as entidades representativas para alinharmos nossas ações, pois sabemos da quantidade de famílias envolvidas e da importância desses setores produtivos para a economia catarinense. Continuaremos buscando alternativas que lhes garantam condições de superar as dificuldades nesse momento”, disse o governador Carlos Moisés.

O Projeto Reconstrói-SC vai permitir que agricultores e pescadores façam financiamento de até R$ 10 mil, com cinco anos de prazo para pagamento, dois anos de carência, com parcelas anuais e sem juros. Os recursos devem ser utilizados para a recuperação das estruturas destruídas. O Projeto Especial de Recuperação da Bananicultura vai destinar R$ 2 milhões para recuperar os pomares, sem juros e 2 anos de carência. Os produtores de banana, enquadrados no Pronaf, poderão acessar um financiamento de até R$ 10 mil por hectare de pomar implantando e ou recuperado, limitados a R$ 20 mil por unidade familiar. 

O Projeto Especial – Projetos de vida para jovens rurais quer estimular a permanência no campo. A partir de agora, serão aceitos produtores rurais com idade entre 16 e 30 anos, egressos dos cursos de Liderança, Gestão e Empreendedorismo. O projeto prevê financiamentos de até R$ 15 mil para aquisição de bens e/ou de serviços, que visem o melhoramento do processo produtivo, com prazo de cinco anos para pagar, com parcelas anuais e sem juros. 

Já o Recupera SC – Menos Juros destinará R$ 3,6 milhões em oito anos para subvenção aos juros de financiamentos contraídos para reconstrução de sistemas produtivos. A medida possibilitará investimentos de R$ 20 milhões no meio rural e pesqueiro catarinense. Os produtores rurais e pescadores poderão contrair financiamentos junto aos agentes bancários, num limite de R$ 40 mil e com prazo de até oito anos para pagar. A Secretaria da Agricultura pagará os juros do investimento em até 4% ao ano.

* com informações da assessoria de imprensa
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink