Sebrae/MS mostra no Showtec sistema de produção em destaque no Estado
CI
Agronegócio

Sebrae/MS mostra no Showtec sistema de produção em destaque no Estado

A evidência diante dos demais estados que também desenvolvem o modelo se deve ao alto grau de certificação da produção orgânica
Por:
Mato Grosso do Sul é destaque nacional na implantação do programa Produção Agroecológica Integrada Sustentável (Pais), um conceito de agricultura de transformação social administrado pelo Sebrae/MS. Destinado a pequenos produtores, o Pais está em exposição através de uma unidade modelo no Show de Tecnologia (Showtec), que acontece de 25 a 27 de janeiro, em Maracaju (MS).


A evidência diante dos demais estados que também desenvolvem o modelo se deve ao alto grau de certificação da produção orgânica. O Pais é um protótipo de cultivo de hortaliças, frutas, raízes e ervas medicinais em aproximadamente um hectare, com tecnologia de aproveitamento de área e utilização de compostagem. A produção agroecológica depende de certificação seguindo modelos estabelecidos pelo Mapa para ser reconhecida como orgânica.

Com a orientação do Sebrae, os produtores integrados ao programa no Estado estão adiantando esta etapa e, uma vez certificados, auferindo mais lucros com o modelo produtivo. Dos 300 Pais instalados no Estado, 129 já tem o selo de produção orgânica e 113 estão em processo de certificação. “O valor pago pelo produto orgânico pelos programas públicos que atendem instituições sociais e abastecem as redes estadual e municipal de ensino com merenda escolar é 30% maior”, explica o coordenador nacional do projeto Pais, Ludovico Wellmann da Riva, que veio a Mato Grosso do Sul especialmente para participar do Showtec. Segundo o dirigente, dos cerca de 10 mil Pais instalados no País, sete mil são orientados pelo Sebrae.


Os resultados são tão positivos que o Sebrae estuda junto aos parceiros a ampliação do Pais no Estado, implementando outras 200 unidades e expandindo a área de atuação dos atuais sete para outros oito municípios. O gerente de Agronegócios do Sebrae, Marcus Rodrigo de Faria destaca os resultados econômicos obtidos pelos produtores integrantes do sistema. “A média nacional de retorno é de um salário mínimo por mês. Em MS, alguns produtores chegam a dobrar esse montante”, ressalta.

“Um dos maiores méritos do Pais é transformar a produção de subsistência em produção de renda. O sistema do Pais e o acompanhamento oferecido pelo Sebrae, inclusive com orientações para a comercialização, transforma produtores rurais em empreendedores do agronegócio”, enfatiza o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae e da Famasul, Eduardo Riedel. Em Campo Grande, além de serem destinados para a merenda escolar, a produção do Pais é comercializada em feiras livres realizadas no largo da prefeitura e na Praça do Rádio.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.