Semana inicia com previsão de mudanças no tempo
CI
Imagem: Marcel Oliveira
AGROTEMPO

Semana inicia com previsão de mudanças no tempo

Saiba como fica o tempo nesta semana
Por: -Aline Merladete

A aproximação de uma nova frente fria nesta segunda-feira (09/08) promete mudar o tempo na região sul do país. Além disso, teremos novamente o avanço de uma massa de ar polar associada a passagem do sistema frontal, que derrubará as temperaturas na região dando condições para a formação de geadas.

Apesar da perspectiva de chuvas, elas ficarão restritas à região sul do país. Na parcela mais central do Brasil, o cenário indica a elevação gradual das temperaturas e os índices de umidade relativa cada vez menores, incluindo áreas da região sudeste. Já no extremo norte brasileiro e litoral leste do nordeste, o padrão desta semana segue com pancadas de chuvas frequentes, mas com distribuição irregular.

Acompanhe o avanço do sistema no decorrer desta semana.

Segunda-feira (09/08)
No domingo, tivemos o desenvolvimento de uma região de baixa pressão entre o norte da Argentina e sul do Uruguai. Este ciclone (região de baixa pressão) avançará em direção ao RS no decorrer da segunda, e durante este avanço há condições para algumas tormentas na região sul do Uruguai, e essas chuvas chegam ao sul do RS entre a tarde e noite da segunda-feira.

Em relação à intensidade das chuvas, os modelos matemáticos divergem. Sendo a projeção Canadense o cenário com os maiores valores de chuvas previstas sobre o sul do RS, ultrapassando a marca dos 40 mm. No entanto, todos os outros modelos analisados pelo Agrotempo são consistentes em mostrar que as chuvas ficarão restritas à região de fronteira com o Uruguai nesta segunda-feira.

Sobre as temperaturas, ainda não teremos a incursão do frio sobre a região sul e a tarde de segunda terá uma sensação de abafamento, especialmente ao norte do RS e SC, devido ao acúmulo do ar úmido na vanguarda da frente fria.

Terça-feira (10/08)
A frente fria avança, chegando ao norte do estado gaúcho e oeste catarinense, mas com as chuvas previstas menores do que as do dia anterior, somando valores abaixo dos 30 mm nos pontos mais expressivos, nas proximidades da grande Porto Alegre. Já no oeste de SC e sul do RS, as chuvas poderão ser inferiores aos 10 mm.

Além disso, o vento muda de direção, de norte para sul,  no decorrer do avanço do sistema. Assim, as temperaturas mínimas de terça, no RS, serão menores do que as mínimas registradas na segunda, mas ainda sem condições para a formação de geadas, devido à maior cobertura de nuvens. 

Quarta-feira (11/08)
O sistema continua avançando em direção à norte, atuando de forma mais expressiva sobre SC e ao sul do PR. No entanto, os modelos matemáticos mostram projeções diferentes, para este dia, sendo que o modelo Alemão o mais otimista nos volumes e abrangência das chuvas. Esta projeção mostra chuvas em praticamente todo o estado do PR e SC, com acumulados superiores à 50 mm no litoral norte de SC e litoral do PR. Contudo, as demais previsões não apontam para um cenário tão otimista em relação às chuvas. Mantendo-as  mais concentradas na metade leste de SC e não avançando tanto para a região central do PR.  

No amanhecer de quarta, com o céu mais limpo ao sul do RS, e com a maior atuação da massa de ar frio, o dia pode amanhecer com temperaturas abaixo dos 4°C e com a presença de geadas, especialmente na região da Campanha Ocidental. Em SC as temperaturas também serão mais frias, mas não tanto quanto no RS. 

Quinta-feira (12/08)
Quinta é o dia com as menores temperaturas previstas nesta massa de ar polar, os termômetros ao sul do RS e regiões serranas de SC poderão começar o dia registrando marcas próximas dos 0°C. Apesar do frio e também da quantidade de umidade disponível na região, a atmosfera não terá condições o suficiente para precipitação do tipo invernal (neve ou chuva congelada). No entanto as condições são muito propícias para formação de geadas e com potencial de moderada a forte no sul do RS. 

Na quinta as condições para chuvas volumosas serão maiores, particularmente, no leste catarinense onde poderá ser coletado até 40 mm de chuva nos pluviômetros, isso devido ao sistema frontal ficar de forma estacionária sobre a região e também ter a maior influência da umidade marítima. Essa influência da umidade marítima também poderá ser notada no litoral sul do estado de SP, mas sem gerar chuvas expressivas. 

Sexta-Feira (13/08)
As temperaturas na sexta-feira apresentaram um sinal de elevação, apesar das tardes ainda serem amenas sobre SC, RS e sul do PR, o amanhecer não será frio. Deste modo, a condição para formação de geadas diminui até ao sul do RS.

Outro destaque na sexta é o aumento das instabilidades sobre SC. Isso porque os ventos nas camadas superiores da atmosfera estarão mais intensos, favorecendo o levantamento do ar na superfície e que juntamente com a grande quantidade de umidade somam condições para a formação de nuvens de temporais. O modelo Brasileiro do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) prevê chuvas com acumulados superiores aos 50 mm na metade leste do estado de SC.

Até sexta-feira, as chuvas ficarão concentradas na região sul do país, pois uma área de alta pressão nas camadas intermediárias da atmosfera, a cerca de 5 km, centralizada sobre o centro-oeste impede o avanço da frente fria para as demais regiões do país. 

Confira os mapas das diferentes projeções para esta semana

INMET - Brasil

ICON - Alemão

GEM - Canadense

GFS - Americano

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.