Serys alerta para risco de mistura de milho tradicional e transgênico

Agronegócio

Serys alerta para risco de mistura de milho tradicional e transgênico

Sem o devido controle dos cultivos, observou a senadora, o agricultor que tenha optado pela produção tradicional poderá ser obrigado a pagar royalties à empresa responsável pela distribuição de sementes de milho transgênico
Por:
305 acessos

A senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) alertou nesta terça-feira (14), em Plenário, para o risco de se misturarem as lavouras de milho tradicional e milho geneticamente modificado. Para ela, a mistura dos dois tipos de lavouras poderá provocar grandes prejuízos aos produtores rurais.

Sem o devido controle dos cultivos, observou a senadora, o agricultor que tenha optado pela produção tradicional poderá ser obrigado a pagar royalties à empresa responsável pela distribuição de sementes de milho transgênico. Por outro lado, lembrou, o produtor de milho tradicional perderá mercado se for constatado que parte do milho entregue por ele é geneticamente modificado.

- Não estou discutindo se um tipo de milho é melhor ou pior do que o outro, mas o mercado que exige milho tradicional precisa receber o milho tradicional - disse Serys, autora de requerimento aprovado pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) para a realização de audiência pública sobre o tema.

Municípios

A senadora saudou ainda, em seu pronunciamento, os administradores municipais que chegaram a Brasília nesta semana para mais uma Marcha dos Prefeitos. Ela ressaltou que o movimento conta com o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o primeiro presidente que - como observou a senadora - teria tomado a iniciativa de debater os problemas municipais diretamente com os prefeitos.

O principal objetivo da marcha, segundo Serys, é o de debater o pacto federativo e as conseqüências da crise econômica mundial sobre o país. Em sua opinião, não podem recair sobre os prefeitos as maiores cobranças sobre os efeitos da crise.

- Sou municipalista por convicção. O poder municipal é muito mais acessível à população, e precisamos cada vez mais descentralizar as políticas públicas - afirmou.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink