Sistema ILPF reduz impacto ambiental, diz Embrapa
CI
Imagem: Joaquim Bezerra
PRODUÇÃO

Sistema ILPF reduz impacto ambiental, diz Embrapa

Sistema tem sido uma das principais ferramentas utilizadas para a recuperação de pastagens degradadas
Por: -Aline Merladete

O sistema de ILPF é considerado, atualmente, uma das tecnologias mais viáveis e importantes no cenário de produção agropecuária do País, pois possibilita o aproveitamento do mesmo espaço agrícola, de forma consorciada e/ou em sucessão, para produção de grãos, forragens e/ou produtos florestais. Desta forma são reduzidos o impacto no ambiente e a necessidade de abertura de novas áreas de produção.

De acordo com Marco Aurélio Noce, analista do Setor de Transferência de Tecnologia da Embrapa Milho e Sorgo, o sistema tem sido uma das principais ferramentas utilizadas para a recuperação de pastagens degradadas, um dos maiores gargalos da produção pecuária nacional. “Pesquisas indicam que o problema atinge mais de 70% das pastagens do Brasil, acarretando sérios problemas, como os processos erosivos, que inviabilizam o desenvolvimento produtivo e acarretam graves danos ambientais”.

“Buscando soluções para reverter este quadro, foram instituídas políticas, planos e projetos de fomento à pesquisa, concentrados no aperfeiçoamento e na viabilização da adoção do sistema ILP pelo produtor rural. De forma complementar, mostrou-se necessária a ampliação dos esforços de transferência de tecnologia, para disponibilizar os resultados da pesquisa aos agropecuaristas por meio da assistência técnica e extensão rural”, explica Noce.

Conforme as informações divulgadas pela Embrapa, as tecnologias que envolvem o sistema Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) serão apresentadas e debatidas durante a 13ª Semana de Integração Tecnológica (13ª SIT).  O evento online será realizado entre os dias 3 e 7 de maio de 2021.

O seminário ILPF será dia 4 de maio (terça-feira), às 18h. Serão abordados os temas: Sistema ILPF no Brasil - Panorama e perspectivas; O papel da cooperativa na implantação do sistema ILP e seus resultados na propriedade rural - Caso Capul; e Transferência de tecnologia, acesso a crédito e os benefícios do sistema ILP na propriedade - Caso Abaeté.

Já o dia de campo será dia 5 de maio (quarta-feira), das 08h30 às 11h. Os palestrantes vão apresentar três trabalhos realizados na Embrapa Milho e Sorgo: o Sistema ILPF com ênfase no componente florestal; o Sistema ILP com ênfase na produção de grãos e silagem; e a Fase pastagem e a produção animal em sistemas integrados.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink