Agronegócio

Software diminui aplicações de defensivos em 15%

Produzido por uma startup brasileira
Por: -Leonardo Gottems
8860 acessos

 

Redução de aplicações e economia de até 15% na utilização de defensivos – essa é a proposta do aplicativo Strider, produzido por uma startup brasileira. A ferramenta possibilita o monitoramento da lavoura através de um tablet, aliando dados históricos e atuais para otimizar a tomada de decisões no controle fitossanitário. 

De acordo com a fabricante, o sistema monitora pragas, doenças e ervas daninhas, bem como a eficácia dos defensivos sobre o alvo, permitindo assim um maior controle sobre as aplicações, o que se reflete na redução do custo. A plataforma funciona também sem conexão de internet, disponibilizando amostras digitais georreferenciadas e com foto no campo. 

Outras funcionalidades apontadas são a gestão de armadilhas, controle da fenologia e evolução. Os registros feitos através do sistema são enviados e processados em segundos, o que permite que tanto os produtores como os agrônomos tenham acesso à informação remotamente.

De acordo com a empresa mineira responsável pelo aplicativo (que leva o mesmo nome do produto), a tecnologia segue em expansão e em breve serão agregados novos módulos de controle fitossanitário. Segundo eles, a solução já atende mais de 200 clientes em 1.2 milhão de hectares no Brasil e nos Estados Unidos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink