Soja: Brasil embarca 728 mil toneladas
CI
Imagem: Ivan Bueno/APPA
VENDAS

Soja: Brasil embarca 728 mil toneladas

“Chicago deu continuidade as altas para a soja nesta semana"
Por: -Leonardo Gottems

O Brasil embarcou 728 mil toneladas na última semana, com compromissos de exportação de soja chegando agora a 78,27 milhões de toneladas, recorde para o período, 36% acima de 2019, segundo informações divulgadas pela ARC Mercosul. “Prêmios seguem firmes no Brasil, com pequenas altas observadas nesta semana para os contratos para embarque em. Para 2020, observou-se estabilidade, com negócios muito pontuais diante da forte ausência de soja no mercado interno brasileiro”, comenta. 

“Chicago deu continuidade as altas para a soja nesta semana, acumulando fortes ganhos nos últimos 20 dias. O movimento deve encontrar um teto nos próximos dias, com a proximidade da colheita. Demanda chinesa é o principal suporte aos preços neste momento”, completa a informação.  

Ainda de acordo com a consultoria, diante do fim de semana prolongado por feriados, o mercado agrícola em todas as partes do globo sofreu desaceleração especulativa. “O volume de operações foi medíocre nesta sexta-feira, mesmo com a contínua demanda substancial da China por soja em todas as origens. A ARC estima que os chineses já tenham adquirido 20,5 MTs da oleaginosa estadunidense para o ano comercial 20/21 e mais de 40 MTs do grão brasileiro”, informa. 

“No Brasil, em especial, a demanda continuará agressiva diante das incertezas jurídicas da Guerra Comercial EUA-China. Mesmo com as ofertas da soja sul-americana em disparidade com as ofertas nos Estados Unidos, compradores privados na Ásia continuam optando pelo certo e não o incerto. Além do mais, a colheita do milho no Brasil se aproxima do fim, apenas com algumas pequenas localidades ainda com o cereal em campo. Em nossa última semana de levantamento, estimamos que 91,2% do milho safrinha já está colhido no país, contra 93,1% no mesmo período em 2019 e 92,4% na média dos últimos 5 anos”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink