Soja: Fatores externos pressionam Chicago
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,692 (-0,27%)
| Dólar (compra) R$ 5,47 (1,26%)

Imagem: Nadia Borges

CHICAGO

Soja: Fatores externos pressionam Chicago

“Para o Brasil, uma consultoria elevou a estimativa de produção para 131,3 milhões tons"
Por: -Leonardo Gottems
200 acessos

Tomadas de lucro e um aumento constatado na safra brasileira pressionaram as cotações de novembro em diante na Bolsa de Chicago, segundo informações divulgados pela T&F Consultoria Agroeconômica. “Tomadas de lucro pararam o rali nos preços, que somaram 12 sessões consecutivas, atingindo níveis máximos de 2 anos. Enquanto isso, uma safra promissora na América do Sul é antecipada”, comenta a T&F. 

“Para o Brasil, uma consultoria elevou a estimativa de produção para 131,3 milhões tons (contra 129,3 milhões anterior).  Na Argentina, a BCR estima uma nova safra em 50 milhões de toneladas.  No entanto, os preços são estimulados pela forte demanda da China. Hoje, o USDA anunciou o negócio americano de soja ao gigante asiático por 195.000 tons. Por sua vez, o mercado aguarda o USDA setembro para esta sexta-feira, 11/09 estimando um ajuste para menos na estimativa de produção para os EUA, como resultado de um agosto de poucas chuvas”, completa. 

Os futuros de soja para setembro fecharam com um ganho de 5 1/4 centavos antes do vencimento do contrato na próxima segunda-feira. “Os futuros da soja de novembro caíram de 1 1/4 para 2 centavos e meio no dia. Os futuros de farelo de soja terminaram 20 a 60 centavos mais baixos. O óleo de soja foi misto. O USDA anunciou uma venda privada de exportação, com importadores chineses comprando 195.000 tons de soja para entrega 2020/21”, informa. 

“O mercado está estimando 1.1 – 1,9 MT de novas reservas de soja no relatório de Vendas de Exportação, a maioria delas já relatadas no sistema diário. A Bolsa de Comércio de Rosário vê a produção de soja na Argentina em 2020/21 em 50 MT, próximo ao volume do ano passado, apesar de um aumento de 0,6% na área plantada de 17,4 milhões de hectares (43m acres). A estimativa de agosto do USDA era de 53,5 MT”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink