Soja: oferta aumenta e mercado perde força
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
COTAÇÕES

Soja: oferta aumenta e mercado perde força

O Paraná vê Paranaguá em movimento de subida e negócios seguem pontuais
Por: -Leonardo Gottems

Colheita da soja no estado do Rio Grande do Sul deu uma paralisada por causa das chuvas e, com o aumento da disponibilidade, o mercado se encontrou mais parado, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Como já apontado anteriormente devido ao esticamento dos preços, ou seja, um período de cotações mais altas do que o equilíbrio de mercado indicaria que logo haveria um início de retorno, que ocorreu ontem e hoje houve a continuidade com Ijuí e Cruz Alta recuando outros 1,00% e indo a R$ 198,00, Passo fundo recuando 1,99% e indo a R$ 198,00 e Santa Rosa, por fim, seguindo ao recuar 1,00% e indo a R$ 198,00”, comenta.

Já Santa Catarina tem negócios para maio e junho. “O dia de hoje marcou menores oscilações em Santa Catarina, os preços variaram de R$ 197,50 para R$ 200,00, tornando o dia basicamente a mesma coisa do que ontem havia sido, as vendas ocorridas saíram em 197,50 dentro de maio e a R$ 200,00 para julho, aproximadamente 2.000 toneladas foram negociadas”, completa a consultoria.

O Paraná vê Paranaguá em movimento de subida e negócios seguem pontuais. “Mercado passa por um dia de menor volatilidade, com os preços permanecendo parados por todo o Estado. O fato é que a lógica anteriormente referenciada deverá ter continuidade por mais cerca de uma semana. O mercado futuro de Chicago diminui em volatilidade na sexta, devido às realizações de lucro, mas ainda está estreitamente especulativo, com as perguntas surgindo em especial a respeito de como o Brasil responderá aos aumentos de juros nos EUA”, indica.

“O interior não marcou movimentos nos preços em relação aos fechamentos de ontem, assim como em qualquer dia ocorreu alguma volatilidade no decorrer do dia, mas para fechamentos os níveis foram mantidos como os de quinta-feira onde Cascavel e Maringá estiveram a R$ 182,00, Ponta Grossa a R$ 196,00 e Pato Branco a R$ 181,00”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.