Soja: preços sobem nos mercados do Sul
CI
Imagem: Pixabay
COTAÇÕES

Soja: preços sobem nos mercados do Sul

O Paraná tem mercado parado, enquanto Paranaguá volta a marcar ganhos
Por: -Leonardo Gottems

O mercado da soja teve um dia muito apático, onde tradings e fábricas disputaram em pé de igualdade, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “Os preços de pedra se mantiveram nos níveis de ontem a R$ 159,00, valor que perdurou por toda a semana e esteve R$ 2,00/saca acima dos valores de semana anterior. Os movimentos de hoje mostraram altas semelhantes às vistas ontem para a soja que subiu +0,30% em Chicago”, comenta. 

Em Santa Catarina, o preço em São Francisco do Sul sobe R$ 1,00/saca, com poucos negócios. “Após uma semana inteira de extremo silêncio e preços em  queda,  Santa  Catarina  termina  a  sexta-feira  se valorizando e com alguns negócios nas mesmas bases dos  negócios  das  semanas  anteriores.  Os  preços estiveram extremamente estáveis por toda a semana em  especial  por  não  haver  real  atividade  no  mercado.  O  foco  no  momento está  de  fato  no  campo,  com  a  safra 2021/2022  caminhando  para  seu  total  plantado  e,  chegando  ao  fim  do  ano,  com  alguma  pressa.  Apesar  das condições, cerca de 600 toneladas de soja disponível foram negociadas hoje, valor comumente visto nos escoamentos do porto de São Francisco do Sul”, completa. 

O Paraná tem mercado parado, enquanto Paranaguá volta a marcar ganhos. “Hoje, no entanto, o preço recuou  em  R$  1,00/saca,  mas  as  demais  posições, incluindo no  interior,  avançaram em  sua  maioria nesse mesmo valor,  com Maringá  sendo  o  único a  ganhar mais. Embora as altas do dia tenham trazido um bom sinal, pois o retorno foi considerável, os valores atuais seguem longe das ideias do produtor que deseja volumes de R$ 180,00/saca. Por fim, os preços da soja em Chicago passaram por um dia de alta, marcando ganho de 0,30%, o dólar já se recuperou totalmente das quedas vistas na quarta-feira ao subir outros 0,65%”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.