Soja: terça-feira fecha com quedas nos preços

COTAÇÕES

Soja: terça-feira fecha com quedas nos preços

"Nos portos a queda foi de 1,0%"
Por: -Leonardo Gottems
641 acessos

A queda de 1,13% nas cotações da soja em Chicago suplantou a alta de 0,71% do dólar no Brasil e provocaram nova queda nos preços da soja no País nesta terça-feira (15.01). Foi isso que informou o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica. 

“Nos portos a queda foi de 1,0%, fazendo o preço sobre rodas recuar para R$ 74,91/saca e no interior a queda foi de 0,65%, para R$ 70,65/saca. No mês de janeiro, o recuo acumulado nos preços de exportação já chega a 6,56% e no interior a 4,66%, segundo pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada)”, escreveu Pacheco. 

Nesse cenário, o especialista informou que, no Brasil, o início da colheita da soja, juntamente com os estoques remanescentes acabaram pressionando os preços. Por outro lado, ele indicou que a falta de ofertas dos vendedores nos níveis atuais fez a maioria dos mercados permanecerem paralisados, com os agricultores mais atentos à colheita do que à comercialização da safra. 

“A colheita de soja da safra 2018/19 em Mato Grosso, principal produtor nacional, alcançava 5,62 por cento da área plantada até a última sexta-feira, informou na véspera o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), em um avanço de 4,33 pontos percentuais na comparação anual. O oeste do Estado é a região onde os trabalhos estão mais adiantados, com 9,14 por cento da área já colhida. No nordeste mato-grossense, as atividades de campo ainda estão em estágio inicial, com colheita de 2,29 por cento da área”, conclui.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink