Soja: Vendedores negociam mesmo com baixa nos preços
CI
MERCADO

Soja: Vendedores negociam mesmo com baixa nos preços

No entanto, “o aumento de compras de soja pela China não aumentou os prêmios de exportação no Brasil"
Por: -Leonardo Gottems

Os preços da soja acabaram recuando cerca de 1,08%, no entanto, os vendedores brasileiros negociaram um total de 300 mil toneladas da oleaginosa nesta segunda-feira (04.06). De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, o dólar e a Bolsa de Chicago foram fatores fundamentais para a queda da soja brasileira. 

“A queda de 0,83% na cotação do dólar, os prêmios em leve queda de 1 a 3 cents (apesar da compra de 12 cargos pela China nos dois últimos dias) suplantaram a levíssima alta de 0,31% da soja em Chicago, nesta terça-feira. Com isto, os preços médios oferecidos sobre rodas nos portos brasileiros caíram 1,08%, para R$ 80,98/saca, aumentando as perdas nos dois dias úteis de junho para 1,94%. No interior, onde o preço da soja oscila por outros fatores, o preço caiu apenas 0,04%, para R$ 76,24/saca, aumentando as perdas de junho para 1,15%”, informa. 

Além disso, o especialista informou também que a China comprou cerca de 12 cargos, que totalizaram 720.000 toneladas de soja da América do Sul, nos últimos 2 dias, sendo que as vendas de Origem no Brasil foram de 300 mil toneladas nesta segunda-feira e as na Argentina, de 250 mil toneladas. Outro fato importante foi o mercado de Paper em Paranaguá, “que negociou hoje Março a +34”. 

No entanto, “o aumento de compras de soja pela China não aumentou os prêmios de exportação no Brasil e os atrasos no plantio de soja americana tiveram peso menor do que a redução nos embarques semanais e não fizeram Chicago subir muito. No entanto, com os acertos na questão da Previdência, a cotação do dólar tende a cair daqui para frente em direção a R$ 3,50, seu leito natural e os vendedores de Origem no Brasil e na Argentina fieram muito bem em aproveitar os prêmios ainda elevados do grão”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.