Soja abre semana com leve alta
CI
ANÁLISE AGROLINK

Soja abre semana com leve alta

Fundos reduziram muito suas posições à espera de novos sinais de tendência
Por: -Leonardo Gottems

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na segunda-feira (18.06) uma alta de 3,00 centavos de Dólar no contrato de Julho/18, fechando em US$ 9,085 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações de 1,00 até 3,00 pontos.

O mercado norte-americano da soja abriu a semana com leves ganhos nos principais contratos futuros, esboçando certa reação após uma semana negativa. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, o mercado está “muito instável e indefinido até que entrem realmente em vigor as sanções impostas de lado a lado na disputa EUA-China e seus efeitos se mostrem com maior visibilidade”. Enquanto isto, os Fundos reduziram muito suas posições neste mercado futuro, à espera de novos sinais de tendência para cima ou para baixo. 

Para a Consultoria AgResource, a semana se inicia com volume moderado de operações: “Após os anúncios de implementações tarifárias dos Estados Unidos e da China, o Mercado retirou grande parte das posições abertas no lado da compra, aqui na CBOT. O risco tem sido evitado, agora a especulação es­pera por novos diálogos que devem ser abertos entre as nações envolvidas nesta Guerra Comercial. Assim como a AgResource (ARC) vem alertando desde o início desta saga, definir uma tendência para os preços com a in­tervenção política imprevisível de qualquer país, é uma tarefa impossível!” 

“É evidente que o atrito entre os EUA e China seria um fator positivo para os preços físicos da soja na América do Sul, no longo prazo, principal­mente pelo incentivo extra da demanda pela oleaginosa brasileira e argen­tina. Porém, o delineamento do Mercado no curto-prazo está diretamente relacionado à percepção especulativa dos fatos momentâneos. Os fundos de gestão ativa na última semana reduziram agressivamente suas posições compradas da soja-grão. Uma reversão de quase 60mil contratos líquidos comprados, agora somando apenas 12mil posições no lado da compra”, conclui a ARC. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink