Soja cai no Brasil com Dólar em baixa
CI
Imagem: Nadia Borges
MERCADO BRASIL

Soja cai no Brasil com Dólar em baixa

Mas a oleaginosa ainda segue suportada pelo forte ritmo de exportações
Por: -Leonardo Gottems

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a segunda-feira (18.05) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação descendo 2,28% nos portos, para R$ 113,19/saca (contra R$ 115,83/saca do dia anterior). Com isto o ganho acumulado nos portos neste mês ficou em 9,28%.

Segundo os analistas da Consultoria ARC Mercosul, o destaque no Brasil ficou por conta da forte retração do dólar frente ao Real, o que gerou quedas nos preços da soja no mercado interno: “Mas a oleaginosa ainda segue suportada pelo forte ritmo de exportações no Brasil, que na última semana embarcou 3,05 milhões de toneladas, contra 650 mil na Argentina e apenas 350 mil toneladas nos Estados Unidos”.

De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, com a forte queda do Dólar os mercados brasileiros não mostraram praticamente nenhuma movimentação, em todas as praças consultadas. Com isto, também não houve ofertas de soja brasileira para a China nesta segunda-feira.

No Rio Grande do Sul, preços da soja avançaram um real/saca antes da queda do dólar; depois caíram: “Não há mais tomador de soja para maio. O dia foi dividido em dois: antes e depois do meio dia. Na parte da manhã os preços da soja avançaram um real/saca, nesta segunda-feira, para R$ 115,00 para junho, sobre rodas no porto de Rio Grande. Para julho o preço foi de R$116,00/saca”, dizem os analistas da T&F. 

No interior os preços de lotes no disponível também avançaram um real/saca para R$110,50 em Cruz Alta e R$ 110,00 em Ijuí e Passo Fundo. Na parte da tarde, com a forte queda do dólar, os preços caíram, os vendedores sumiram e o mercado parou.

No Paraná, os preços recuaram novamente entre 3 e 4 reais/saca nesta segunda-feira: “Os preços de balcão, pagos aos agricultores permaneceram em R$ 97,00 em Ponta Grossa, pelo terceiro dia útil consecutivo; R$ 98,00 em Campo Mourão, R$ 97,50 em Cascavel, R$ 98,00 em Guarapuava e Maringá”, conclui a T&F.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.