Soja contraria as tendências e marca melhoras: VEJA
CI
Imagem: Pixabay
COTAÇÕES

Soja contraria as tendências e marca melhoras: VEJA

Já o Paraná confirmou o que se esperava e teve dia de perdas, com negócios que seguem parados
Por: -Leonardo Gottems

Com a volta do sol, a colheita da soja segue com força no estado do Rio Grande do Sul e alguns negócios foram vistos, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômicas. Além disso, a consultoria disse que a oleaginosa contrariou as tendências e marcou melhoras.

“No interior, a soja, contrariando as tendências do dia, marca algumas melhoras para todas as posições. Ijuí, Cruz Alta e Santa Rosa recuperam exatamente o que haviam perdido na última sexta-feira, 0,51%, valor equivalente a R$ 1,00/saca, as regiões retornaram a R$ 194,00. Ponta Grossa, por sua vez, marcou recuperação parcial, indo também a R$ 194,00, as quedas de sexta-feira haviam sido R$ 2,00/saca”, comenta.

Em Santa Catarina os preços abrem a semana recuando levemente, com alguns negócios vistos. “Em SC a rotação segue baixa, ainda existe muita preocupação com a colheita que volta a avançar bem, o mercado por outro lado, segue enfrentando alguns problemas, algumas vendas ocorreram hoje a esses preços, mas os volumes seguem sendo baixos, o produtor não parece disposto a abrir mão e o cenário apenas piora com o aumento da taxa de juros global, pelo menos parcialmente”, completa.

Já o Paraná confirmou o que se esperava e teve dia de perdas, com negócios que seguem parados. “No Paraná a condição segue marcadamente negativa. Com o seguimento da colheita também não ajuda a nivelar os preços, o produtor continua aguardando por melhores preços no geral, mas vendas inexpressivas são vistas no interior. A tendência, no entanto, não é boa, como mostramos acima. A forte alta do dólar, de 1,60% foi anulada pela queda mais forte ainda, de 2,02% da cotação da soja em Chicago. Com isto, os preços que os compradores puderam oferecer nesta segunda-feira foram inferiores aos do dia útil anterior”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.