Soja fecha mista no mercado do RS
CI
Imagem: Pixabay
COTAÇÕES

Soja fecha mista no mercado do RS 

No Paraná, simplesmente não há mais soja disponível
Por: -Leonardo Gottems

Os preços da soja se movimentaram de forma mista, nesta segunda-feira, no estado do Rio Grande do Sul, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Como a maior parte da soja vai para o mercado interno, a alta de Chicago não influenciou nos preços, nem a queda do dólar, que só afetou os preços futuros. Apesar de estarem 11,26% mais altos do que o mês passado, os vendedores ainda aguardam novas altas para voltar a vender”, comenta. 

“Mas, a preocupação maior é com a colheita. Não hácerteza sobre o volume exato que cada um  colher. O preço futuro também recuou mais um real/saca para R$ 166,50 no porto gaúcho de Rio Grande, para maio de 2021. O preço para junho foi fixado em R$ 168,00/saca. Com isto a lucratividade estaria por volta de 93,10%”, completa.  

No Paraná, simplesmente não há mais soja disponível no estado e, consequentemente, nem óleo nem farelo, a não ser bem escassos. “Os preços são meramente teóricos em todo o complexo. As indicações teoricamente continuam a R$ 158,00 do preço no balcão, em Ponta Grossa. Futuro nada reportado. Na Ferrovia, em Maringá entrega até 20/03 com pagamento 30/04/21 recuou para R$ 158,00/saca. Outros preços em Paranaguá com entrega até 20/02/2021 com pagamento 30/03/21 R$ 163,50; entrega até 20/03 entrega Maio com pagamento 30/05/21 R$ 164,00; entrega junho com pagamento 30/06/21 R$ 165,10; entrega julho com pagamento 30/07/21 R$ 166,80 com pagamento 30/04/21 R$ 163,10”, indica. 

Embora os preços estejam altamente lucrativos, os vendedores estão retraídos em Minas Gerais. “Como a maior parte dos grãos em Minas é direcionada para a exportação e, neste caso, o dólar tem maior peso até do que Chicago e, como nesta segunda-feira, o dólar caiu, suplantou a alta da Bolsa. Tudo isto fez os preços internos no estado recuarem cerca de 1,23% ou 2 reais/saca, em média, como mostra nossa tabela ao lado”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink