PRODUTIVIDADE EM BAIXA

Soja não deve repetir recordes de outros anos

Para consultoria FCStone, clima será menos favorável que período anterior
Por: -Leonardo Gottems
1346 acessos

A consultoria internacional INTL FCStone divulgou em comunicado que os resultados recordes da safra 2016/2017 não devem se repetir no período atual para os grãos. Na revisão da estimativa da consultoria de Dezembro, a expectativa de produção de soja passou de 106,1 milhões de toneladas para 107,6 milhões de toneladas, o que é um aumento de 1,4%.

“Essa melhora nas perspectivas para esta safra, cujo plantio está sendo finalizado, decorreu de revisões em números de produtividade. Após o atraso das chuvas no início do ciclo, as condições climáticas estão, no geral, favoráveis, gerando otimismo em relação ao possível resultado do cultivo”, avalia a Analista de Mercado do grupo, Ana Luiza Lodi.

Já para a safra de milho verão, a INTL FCStone prevê uma queda de produção para 23,4 milhões de toneladas com uma redução da área plantada. “Assim como para a soja, o clima tem estado bastante positivo e não são esperados, pelo menos por enquanto, maiores problemas”, destaca Ana Luiza. “De qualquer maneira, como não se estima a mesma produtividade do ciclo 2016/17, o recuo da produção deve ser bastante significativo, mesmo sem adversidades climáticas”.

Na safrinha, a previsão de consultoria, em sua primeira estimativa para o novo ciclo, é de um decréscimo de 5,8% em relação ao recorde de 2017, com um volume total de 63,5 milhões de toneladas. A FCStone ainda destaca que, com os atrasos no plantio de soja, pode ser que área plantada com milho não se mantenha com uma janela de plantio da safrinha mais apertada e maior risco climático. A produtividade do milho deve ser menor e a produção total é estimada em 86,9 milhões de toneladas.

Os estoques de milho, segundo a consultoria, devem continuar elevados, sendo que os de soja devem baixar no início da temporada. As exportações da soja devem ficar em 66,5 milhões de toneladas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink