Soja RS: Alta de 0,95% no interior e queda de 0,46% no porto
CI
Imagem: Pixabay
COTAÇÕES

Soja RS: Alta de 0,95% no interior e queda de 0,46% no porto

Foram vistas quedas de até R$ 3,00/saca no PR, dia de poucos movimentos no geral
Por: -Leonardo Gottems

O mercado brasileiro da soja teve pouca variação e, no estado do Rio Grande do Sul, os preços tiveram alta no interior e queda no porto, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “O interior de forma dividida volta a marcar pequenas melhoras. Ijuí e Cruz Alta, juntamente sobem em 0,95%, valor equivalente a R$ 2,00/saca, mas as demais regiões de Passo Fundo e Santa Rosa permanecem paradas, com a primeira em R$ 210,00 e a segunda em R$ 211,00. O fluxo de negócios segue basicamente irrelevante, com raros reportes, quando ocorrem. A maioria dos agentes de mercado espera as decisões dos conflitos externos e por isso mantém uma postura mais defensiva”, comenta.

Em Santa Catarina os preços também subiram no interior e permaneceram estáveis no porto. “Preços em Santa Catarina terminam o dia estáveis. Até houve evolução no interior, em Joaçaba onde o preço subiu em R$ 1,00/saca indo a R$ 207,00, mas o porto ficou sem expressão. Da mesma forma que nas demais regiões do Brasil, o momento atual é visto como ruim para vendas, pois não se sabe de fato o desfecho dos conflitos ao redor do mundo, dependendo disso, os preços de oleaginosas podem vir a aumentar muito”, completa.

Foram vistas quedas de até R$ 3,00/saca no PR, dia de poucos movimentos no geral. “No interior, com exceção de Ponta Grossa as regiões seguem bem paradas O dia, embora tenha sido repleto de volatilidade, foi incapaz de terminar em posições diferentes das vistas anteriormente. O clima geral da soja ainda é de queda; no entanto algo que conta bastante é o quão defensivo está o produtor e a falta de pressão exportadora no momento. Quanto a Ponta Grossa o preço caiu expressivos R$ 3,00/saca e foi a R$ 202,00. As chuvas continuam bem-vindas e a melhora da safra é expressiva, embora a quebra também o seja”, conclui


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.