SP incentiva produção de cogumelos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,692 (-0,27%)
| Dólar (compra) R$ 5,47 (1,26%)

Imagem: Divulgação

OPORTUNIDADE

SP incentiva produção de cogumelos

Nutritivos e deliciosos eles também podem ser fonte de renda vendidos in natura
Por: -Eliza Maliszewski
699 acessos

Os cogumelos não são vegetais. São fungos. Existe uma infinidade de cogumelos comestíveis no mundo. Estima-se que existam entre 2,2 e 3,8 milhões de espécies, sendo que conhecemos apenas 120 mil delas.
Alguns cogumelos não são indicados para o consumo humano, por terem paladar ou odor desagradáveis, serem potencialmente psicoativos ou venenosos. Por isso, recomenda-se somente o consumo de cogumelos cultivados, já selecionados e seguros.

O Brasil, porém, possui diversas espécies de cogumelos. Em São Paulo a Secretaria de Agricultura e Abastecimento realiza um trabalho com os fungicultores, por meio de pesquisas desenvolvidas pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). O estado também incentiva o consumo do produto por meio de publicações e ações em redes sociais. Os produtores estão descobrindo o mercado de cogumelos frescos, antes vendidos apenas em conserva.

As principais espécies comestíveis cultivadas no Brasil são: Champignon de Paris, Shiitake e Shimeji. Todos são muito demandados pela gastronomia atual, presentes em diversas preparações. Com a mudança de comercialização de conserva para fresco produtores viram o faturamento aumentar em até 40% e os que haviam abandonado devido a concorrência chinesa, retornaram.

E a cadeia está mais especializada, com produtores focados em cada um dos elos de produção. Antigamente, os produtores de cogumelos eram obrigados a dominar todos os princípios e tecnologias para cultivá-los.

Entre outras vantagens a fungicultura não gera resíduos e é ecologicamente correta. A cultura aproveita resíduos agrícolas e agroindustriais para produção. Os compostos utilizados após o cultivo se transformam em adubo orgânico de primeira qualidade.Cada cogumelo é cultivado em um tipo de composto ou substrato. O Shiitake, por exemplo, pode ser produzido em toras ou serragem de madeira. O Shimeji pode ser produzido em palha, bagaço de cana e até mesmo em borra de café e o Champignon de Paris em composto celulósico. 

Os cogumelos são ricos em proteínas de alto valor biológico em sua composição, carboidratos, fibras, vitaminas do complexo B, minerais, e baixa quantidade de gordura. Estudos apontam que as propriedades anticancerígenas dos cogumelos não se esgotam. Eles são ricos em um tipo especial de polissacarídeo, as β-glucanas, moléculas que auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico.

* Com informações da assessoria de imprensa


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink