Suíno vivo: Análise de mercado

Agronegócio

Suíno vivo: Análise de mercado

O atual momento registrado pelas exportações de carne suína do Brasil preocupa o Sindicato da Indústria de Produtos Suínos do Rio Grande do Sul (SIPS)
Por:
196 acessos
O atual momento registrado pelas exportações de carne suína do Brasil preocupa o Sindicato da Indústria de Produtos Suínos do Rio Grande do Sul (SIPS). Na avaliação do diretor executivo Rogério Kerber, o critério apresentado para a avaliação dos embarques de janeiro a maio pode ter indicado crescimento de 9,87%, mas mostra-se desencontrado levando em conta uma análise mais recente.

– Em maio desse ano tivemos um recuo de 12,42% nas exportações frente ao mesmo mês do ano passado. Os volumes de maio também foram inferiores aos de abril. Resta-nos aguardar os números de junho, que também podem ser menores – analisa.

Kerber relembra também que o crescimento nos embarques de carne suína de janeiro, com um incremento de 30,43% frente ao verificado no mesmo mês de 2008, levam em conta os problemas ocorridos em novembro do ano passado em Santa Catarina.

– Os contêineres não perdidos pelo excesso de água das enchentes foram direcionados a outros portos para envio ao exterior e esses embarques ocorreram apenas em janeiro – explica.
O dirigente lembra ainda que o preço médio da tonelada embarcada recuou 28,18% em abril e 29,87% em maio, na comparação com os mesmos meses de 2008, segundo dados da Abipecs, o que reflete a realidade de que o consumidor está sem dinheiro.

– Também no mercado interno há uma preocupação, visto que o incentivo do governo ao consumo de bens duráveis como automóveis ou eletrodomésticos de linha branca, fez com que o poder de compra da população recuasse ainda mais para a aquisição de outros produtos – sinaliza. (Agência Safras / Suino.Com)

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink