Suínos: Fim-de-mês pressiona cotações

Agronegócio

Suínos: Fim-de-mês pressiona cotações

O suíno vivo e a carcaça casada tiveram altas de aproximadamente 40% em várias regiões pesquisadas pelo Cepea
Por:
154 acessos

O suíno vivo e a carcaça casada tiveram altas de aproximadamente 40% em várias regiões pesquisadas pelo Cepea no acumulado de junho, impulsionadas pela combinação de oferta relativamente baixa com aumento da demanda interna e externa. No início desta semana – já de final de mês –, no entanto, foram registradas quedas para o vivo em algumas regiões. Na quinta-feira, o animal vivo no mercado independente da região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba) foi negociado na média de R$ 2,74/kg, alta de 44,03%, comparado com o encerramento de maio. Para a carcaça comum e também para a especial, a valorização está por volta de 40% no atacado da Grande São Paulo, negociadas a R$ 4,20/kg e a R$ 4,40/kg, respectivamente.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink