Sul de MT deve iniciar colheita de soja dentro de 15 dias

Agronegócio

Sul de MT deve iniciar colheita de soja dentro de 15 dias

Nesta safra o plantio ocorreu mais cedo e os produtores usaram variedades precoces
Por: -Anelize Moreno
7 acessos

Dentro de 15 dias os produtores da região Sul de Mato Grosso devem iniciar a colheita de soja da safra 2006/07. Em anos anteriores, a oleaginosa sempre começava a ser retirada do solo no fim de fevereiro. Nesta safra, porém, como o plantio ocorreu de forma antecipada e parte dos produtores usou variedades precoces -- cujo ciclo é de em média 120 dias -- a colheita deverá ser antecipada, chegando a acontecer, em algumas propriedades rurais, até 30 dias mais cedo que no ano agrícola anterior.

A economista do Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Famato), Ana Maria Gaudêncio, destaca que na região Norte do Estado os produtores que cultivam a safrinha de algodão já iniciaram a colheita da soja. Porém, o pico da retirada do grão deve acontecer a partir da segunda quinzena de fevereiro, com os trabalhos sendo intensificados a partir do início do próximo mês. Segundo ela, ainda não há um balanço de quanto da produção já foi colhida.

Na Fazenda Tropical, localizada no Município de Pedra Preta (23 km de Rondonópolis), por exemplo, a colheita da soja deve começar entre o dia 15 e 20 de março. O gerente de produção da propriedade, João Paulo Ribeiro, conta que como o grão é totalmente destinado para a produção de sementes a plantação da lavoura aconteceu na época normal. “A antecipação do plantio pode comprometer a qualidade do produto”, frisa.

Com o corte de 55% na área de cultivo da oleaginosa -- que passou de 4 mil para 1,8 mil hectares -- devido à falta de perspectiva de preços, a Fazenda Tropical deverá colher em torno de 5,2 mil toneladas do grão. Ribeiro diz que mesmo diante da recuperação do preço da soja no mercado internacional não houve arrependimento em função da eliminação de áreas. Segundo ele, o corte será compensado pelo aumento de 15% na plantação de algodão, que passou de 3 mil para 3,5 mil hectares.

Devido à escolha da melhor época para o plantio -- o que foi mais fácil por se tratar de uma menor quantidade de sementes para serem plantadas -- e da seleção dos terrenos mais férteis, as lavouras de soja da Fazenda Tropical deverão apresentar aumento na produtividade. Na safra 2005/2006 o rendimento médio do grão cultivado na propriedade foi de 41 sacas por hectare. Agora, a previsão é que o índice oscile entre 48 e 52 sacas por hectare.

Ribeiro considera que o clima foi um dos fatores que ajudou nesta temporada, fazendo com que fosse possível projetar acréscimo na produtividade. Além disso, a incidência da ferrugem asiática foi menor. Enquanto na safra passada foram feitas em média quatro aplicações de fungicidas para combater a doença, nesta temporada, até a época do plantio, deverão ser feitas de 2,5 a 3 pulverizações, em média.

O cálculo da economia obtida com a redução na ocorrência da ferrugem ainda não foi feito. “Estamos esperando encerrar a safra”, ressalta Ribeiro. Preliminarmente, ele calcula que os ganhos serão de três a quatro sacas de soja por hectare, apenas em função da redução no volume de aplicação de fungicidas. O cálculo não leva em consideração a receita que será obtida em função da redução no índice de perda dos grãos.

Boletim:

Este ano o Imea ainda não divulgou nenhum boletim de acompanhamento da safra. Ana Maria frisa que é possível que o primeiro levantamento seja divulgado na quinta-feira (18-01). “Vai depender se vamos conseguir entrar em contato com os nossos colaboradores, que são quem passam as informações”, diz. Até agora os trabalhos do Imea ficaram comprometidos porque parte dos produtores, sindicatos e revendas de insumos agrícolas não foram localizados. “Parte deles estava de férias ou recesso”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink