Tendência de chuva reforçada no RS
CI
Agronegócio

Tendência de chuva reforçada no RS

Uma mudança na temperatura dos oceanos nos últimos dias atenuou os efeitos do La Niña
Por:
Uma mudança na temperatura dos oceanos nos últimos dias atenuou os efeitos do La Niña e reforçou a tendência de aumento no volume e na frequência de chuva no Estado no final deste verão, o que deve beneficiar a agricultura gaúcha. De acordo com a MetSul, o forte aquecimento das águas do Atlântico e do Pacífico Equatorial deve trazer ainda precipitações acima da média em diversas regiões, inclusive em excesso em alguns pontos. Segundo o meteorologista Luiz Fernando Nachtigall, o La Niña ainda atua no Pacífico Central, apesar de bastante fraco, mas as águas próximas da América do Sul estão mais quentes do que a média. "Na semana passada, a anomalia de temperatura da superfície do mar no Pacífico Leste era de -0,4ºC e em apenas sete dias saltou para +0,9ºC", Ele acrescenta que é como se parte do oceano estivesse agora em fase de La Niña e outra se comportando como em El Niño.


Segundo a MetSul, não se pode descartar ainda um período de neutralidade, sem La Niña ou El Niño, nas próximas semanas. Também se observa que o Atlântico, na costa gaúcha, que vinha frio no começo do verão, passou a apresentar águas muito mais quentes que a média nos últimos dias. Isso deve garantir maior umidade na atmosfera e favorecer também precipitações mais abundantes. No cenário traçado, as chuvas devem continuar irregulares, o que significa que nem todas as regiões serão beneficiadas.


O gerente técnico da Emater, Dulphe Pinheiro Machado Neto, diz que as precipitações em maior volume e mais frequentes devem beneficiar especialmente o milho replantado em janeiro. Segundo ele, foram entre 50 mil e 60 mil hectares nos vales do Taquari, Caí e Rio Pardo. No caso da soja, ainda será preciso conferir a campo se a vagem e o grão irão se desenvolver. As precipitações, mesmo que irregulares, devem beneficiar ainda as pastagens, Segundo Machado Neto, a umidade com temperatura amena deve permitir o rebrote, melhorando a alimentação para bovinos de corte e leite. O impacto nas lavouras das chuvas do Carnaval deve ser divulgado hoje no relatório conjuntural da Emater. Mas o técnico adiantou que as chuvas foram muito irregulares no Estado e dentro das regiões. Segundo ele, em alguns locais a precipitação foi de 80 milímetros e em outros de 5 milímetros.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.