Thyssenkrupp apresenta nova esteira Berco para colhedoras de cana-de-açúcar

Agrishow 2018

Thyssenkrupp apresenta nova esteira Berco para colhedoras de cana-de-açúcar

Novo sistema Berco apresenta melhor relação custo-benefício e é compatível com diferentes marcas
Por:
114 acessos

Sistema, que garante mais confiabilidade e resistência ao desgaste às máquinas em operação nos canaviais, é fornecido tanto para OEMs como para o mercado de reposição
Novo sistema Berco apresenta melhor relação custo-benefício e é compatível com diferentes marcas e modelos de colhedoras

De acordo com o CTC – Centro de Tecnologia Canavieira, em menos de uma década, a região Centro-Sul do Brasil mais do que dobrou o índice de mecanização de colheita de cana-de-açúcar, saindo de 47%, em 2008, e chegando em 97% da área colhida, em 2015. Estima-se que em São Paulo, Goiás e Minas Gerais, estados que possuem a maior concentração de usinas de açúcar e etanol, o número de colhedoras em operação nos canaviais já seja superior a 10 mil máquinas. É neste contexto que a thyssenkrupp tem investido para ampliar seu portfólio de produtos para o setor sucroenergético. Durante a 25° edição da Agrishow, que acontece de 30 de abril a 4 de maio em Ribeirão Preto (SP), a empresa vai apresentar o novo modelo de esteira da linha Berco para colhedoras de cana-de-açúcar.

Recém-lançado no mercado brasileiro, o sistema é indicado para máquinas novas e para ações de reparo e manutenção, atendendo tanto a fabricantes originais de equipamentos (OEMs) quanto aos distribuidores de peças de reposição. “A colheita mecanizada de cana tornou o setor mais sustentável e seguro, com redução de custos de produção e preservação das áreas plantadas. Para chegar a este patamar, houve e há um trabalho intenso das máquinas nos canaviais. Estas exigem um acompanhamento e manutenção constantes e estima-se que cerca de 40% dos custos de manutenção de uma colhedora de cana se referem ao material rodante”, conta Rissaldo Laurenti Jr., gerente de vendas da linha Berco da thyssenkrupp para a América do Sul.

Aliada à confiança e tradição da marca Berco, a nova esteira da thyssenkrupp reúne em um único sistema o máximo de eficiência e confiabilidade. O novo produto, que agora pode ser aplicado em diferentes marcas e modelos de colhedora, apresenta maior resistência à fadiga. “Para o cliente final, isso representa melhor performance e disponibilidade do equipamento, com a oportunidade para redução de custos operacionais”, explica Paolo Malfatti, consultor de suporte e de desenvolvimento de produtos da linha Berco da thyssenkrupp para a América do Sul, ao destacar que o custo por hora trabalhada é um indicador importante a ser considerado na hora de se escolher o sistema de material rodante que será aplicado em uma colhedora.

Os ganhos em durabilidade e rendimento do novo modelo de esteira se devem a uma série de aperfeiçoamentos estruturais e de projeto. Os elos da esteira foram redesenhados e contam com uma maior altura efetiva, ou seja, maior altura entre pista e olhal do pino, o que garante maior desempenho quanto ao desgaste e maior vida útil dos elos. Adicionalmente, os componentes sujeitos às cargas de tração e de torção foram reforçados, de modo a garantir maior durabilidade ao conjunto.

Abaixo, os principais diferenciais da nova esteira para colhedoras de cana-de-açúcar Berco:

-Vida útil estendida graças à maior altura dos elos
-Durabilidade estrutural estendida graças aos elos completamente redesenhados
-Reforço na região do furo lado bucha para maior resistência à tração
-Estrutura reforçada para alta resistência às cargas torcionais
-Maior altura entre pista e olhal do pino para maior vida útil efetiva dos elos
-Buchas com diâmetro externo de 60 mm
-Compatível com diferentes marcas e modelos de colhedoras

O novo modelo de esteira para colhedoras de cana-de-açúcar é resultado de uma série de estudos e pesquisas em engenharia da thyssenkrupp. Referência global no desenvolvimento e fabricação de material rodante, a empresa oferece, por meio da linha Berco, um amplo portfólio de correntes, roletes, rodas motrizes, rodas-guia e sapatas, dentre outros componentes e subconjuntos que formam os sistemas de material rodante aplicados a maquinários pesados como escavadeiras, colhedoras e tratores, empregados nos setores de agronegócio, construção civil e mineração.

Fundada na Itália há quase um século, a Berco foi adquirida pela thyssenkrupp em 1999 e consolidou-se como líder global no fornecimento de material rodante para maquinário pesado. Os produtos da marca são produzidos em unidades fabris situadas em Copparo e Castelfranco Veneto, na Itália, Campo Limpo Paulista, no Brasil, Hyderabad, na Índia, e Waukesha, nos EUA.

Em movimentação global recente, a unidade de negócios Undercarriages da thyssenkrupp, que engloba as operações da Berco, foi integrada à unidade Forging & Machining, responsável pela produção de componentes forjados e usinados. Essa união ergueu as bases para a criação da thyssenkrupp Forged Technologies, uma das maiores empresas de materiais forjados do mundo. Globalmente, a nova estrutura emprega cerca de 7 mil colaboradores em 18 unidades operacionais, distribuídas por 5 regiões, e apresenta receita superior a 1 bilhão de Euros.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink