TO cultiva capim elefante para produção de biomassa

Imagem: Seagro/Governo do Tocantins

BOM RENDIMENTO

TO cultiva capim elefante para produção de biomassa

TO cultiva capim elefante para produção de biomassa
Por:
225 acessos

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aqüicultura do Tocantins (Seagro) amplia a área de plantio do capim elefante, BRS Capiaçu, variedades com alta produção de biomassa, no Centro Agrotecnológico de Palmas. A variedade, desenvolvida pela Embrapa, pode chegar a cinco metros de altura e tem capacidade produtiva de até 300 toneladas em três cortes de matéria verde por hectare/ano, média produtiva de 30% superior, apresentando maior teor de proteína para gado de corte e leite.

No período da seca, pode ser fornecida picada verde no cocho ou como silagem para animais, sendo uma opção de baixo custo. O capim é cortado entre 50 a 70 dias, pode chegar a ter próximo de 10% de proteína bruta, índice superior ao da silagem de milho, com cerca de 7%.

A BRS Capiaçu supera o milho e a cana-de-açúcar na produção de biomassa, podendo atingir média de 50 toneladas por hectare ao ano de matéria seca. Outra característica favorável desta variedade é a tolerância ao estresse hídrico, o que a torna alternativa ao cultivo do milho em regiões com alta ocorrência de veranicos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink