Trigo: Boa informação aumenta a produção
CI
Agronegócio

Trigo: Boa informação aumenta a produção

Reunião Técnica OR, proporcionou uma tarde de conhecimento aos que lá se fizeram presentes
Por:

Na tarde do dia 05 de Junho de 2014 nas dependências do auditório do prédio B5 da UPF, ocorreu a tradicional Reunião Técnica da empresa OR Sementes. O evento teve a participação de um público interessado de aproximadamente 100 pessoas, com o objetivo principal de levar informações aos triticultores e anunciar a sua nova parceria com a empresa Sementes Webber de Coxilha, RS. 

A apresentação dos palestrantes se deu de forma agradável e criativa, sedo que a Engenheira Agrônoma Sandra Zoldan discorreu sobre as cultivares OR sementes, destacando as principais características de cada uma. Sandra salientou o bom nível de resistência às doenças que tem a cultivar Ametista, tendo alcançado em 2013 um teto produtivo de 6000 Kg/ha. Quanto à cultivar Topázio, Sandra destacou o bom nível de resistência à Giberela e o teto produtivo em 2013 de 6.540 Kg/ha. Jadeíte 11 tem resistência ao acamamento e à germinação na espiga, além de um potencial produtivo de 5.640 Kg/ha em 2013.

A cultivar ORS Vintecinco que possui qualidade especifica para biscoito e tem farinha branqueadora, teve seu rendimento em ensaios 8.766 Kg/ha. “Sendo que todas possuem alta qualidade industrial e rendimento”, comentou Sandra. A palestrante falou também sobre o manejo de doenças nas cultivares de trigo OR, ressaltando a importância da resistência genética, controle químico e rotação de culturas.  Já Aroldo Linhares apresentou três futuros lançamentos da OR Sementes, todos com elevado potencial produtivo, boas características agronômicas e de qualidade industrial. 

Palestrou também naquela tarde o Sr. Daniel Osório Lira, especialista em moinhos da empresa Moinhos Vicato. Seu tema foi “tipos de trigo que os moinhos buscam e parceria com os produtores”. Nesse contexto, Daniel salientou a importância de prestar atenção no que o mercado necessita, pois o moinho busca cultivares que atendam a expectativa desse mercado.  O Sr. Sergio Roberto Dotto membro da comissão da Câmera Setorial do Trigo do estado do RS também fez uso da palavra no evento técnico abordando a situação atual e as dificuldades que ainda existem na comercialização do trigo gaúcho pelo mercado.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink