Trigo: Perdas pelo frio devem chegar a 15% no RS
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,650 (0,50%)
| Dólar (compra) R$ 5,55 (0,74%)

Imagem: Marcel Oliveira

INVERNO

Trigo: Perdas pelo frio devem chegar a 15% no RS 

Para a exportação, mesmo com a oscilação do câmbio, o preço manteve-se em R$ 1.020,00/t no porto
Por: -Leonardo Gottems
1041 acessos

De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, acredita-se que 15% a 20% das áreas de trigo, notadamente maior quantidade nas Missões e Noroeste do estado, estavam em estágios sujeitos a perdas. “Como todos sabem, as perdas decorrentes de fenômeno climático de geadas, não podem ser medidas de pronto e muitas vezes só serão sentidas na colheita”, comenta. 

“No mercado disponível semana praticamente morta, pessoal apreensivo com a geada, que pegou as Missões em cheio. Foram negociadas no máximo 1.500 tons, a R$ 1.320,00 o branqueador e R$ 1.280,00 o pão, basicamente sobras de silos e sobras de semente. Tem ainda 2.000 tons de trigo branqueador e o vendedor pede R$1.320,00 FOB”, completa. 

Para a exportação, mesmo com a oscilação do câmbio, o preço manteve-se em R$ 1.020,00/t no porto, para entrega e pagamento em dezembro. “Com a previsão de geadas, não há vendedores. Não há pressão de ambos os lados.  As previsões da meteorologia são de ventos forte, chuvas e geadas neste fim de semana. Poe enquanto a previsão do potencial produtivo fica mais perto de 2,7 MT do que de 3,0 MT inicialmente anunciadas”, indica. 

No Paraná, os danos só serão conhecidos no final da próxima semana. “Com relação aos preços o mercado está cotando R$ 1.150,00 trigo posto Ponta Grossa para agosto; R$ 1.100,00 trigo posto moinho entrega setembro de 2020; R$ 1.000,00 trigo posto moinho entrega outubro de 2020; R$ 950,00 trigo posto moinho entrega novembro de 2020. Na falta de trigo barato, alguns moinhos estão comprando farinha daqueles que vendem barato. Há bastante demanda para trigos de setembro para frente”, informa. 

No Centro-Oeste os preços poderão subir, se a safra do PR for danificada. “Em Minas Gerais preços caiu para R$ 1.060,00, como havíamos anunciado, que havia um viés de baixa. Mas, como o estado se abastece muito no Paraná, os preços poderão voltar a subir se a safra paranaense for danificada”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink