Trigo: Preço aumenta no RS e lotes são negociados para SC
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)

Imagem: Marcel Oliveira

COMPRA E VENDA

Trigo: Preço aumenta no RS e lotes são negociados para SC

“Para o produtor, no mercado de balcão subiu para R$ 57,30"
Por: -Leonardo Gottems
200 acessos

A pesquisa diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) registrou alta de 0,33% no preço do trigo gaúcho nesta segunda-feira, para a média de R$ 1.235,73, contra R$ 1.231,71/t do dia anterior, reduzindo o ganho acumulado no mês para 0,89%, contra 0,56% do dia anterior. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, os preços do mercado de balcão para os produtores estão ao redor de R$ 55,00/saca na maior parte das praças, com algumas exceções que oscilam entre R$ 57,00 e R$ 54,00. 

Além disso, foram negociadas 200 toneladas de trigo gaúcho para Santa Catarina a R$1230 FOB + ICMS com pagamento à vista. “Com praticamente zero ofertas no estado, nem mesmo de sobra de semente, os moinhos se preveniram e estão abastecidos até a entrada da nova safra”, comenta. 

“Para o produtor, no mercado de balcão subiu para R$ 57,30, contra R$ 57,00 do dia anterior em Campos Novo; se manteve em R$ 50,00 em Concórdia e Joaçaba, R$ 55,00emPinhalzinho e Mafra e R$ 54,50 em Xanxerê. Para safra nova, há um ou dois vendedores com preços entre R$ 1.100,00 e R$ 1.140,00 FOB, porém, os moinhos querendo pagar em torno de R$ 1.000,00/t, também não tendo muita procura. Houve um negócio de produtor a R$ 850,00 para outubro”, completa. 

Estão previstas chuvas em todas as regiões do Paraná, com precipitação entre 20 e 30 mm. “Após um período sem chuvas, uma nova frente fria começa a se formar no oceano e as chuvas devem voltar acontecer no sul do país nesta semana. A previsão é de que a onda pluviométrica, que deverá atingir os Estados de RS e SC durante a semana, chegue ao Paraná no próximo final desta semana, com precipitações entre 20 e 30 mm”, conclui. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink