Trigo

Trigo/Cepea: preços têm comportamentos distintos nos estados produtores e consumidores

As altas se devem aos maiores valores externos e também logísticos de importação
Por:
233 acessos

Os preços do trigo no mercado de lotes registraram comportamentos distintos em janeiro entre os principais estados produtores e consumidores do cereal consultados pelo Cepea.

As médias do Paraná e do Rio Grande do Sul, maiores produtores, caíram no acumulado de janeiro, devido à maior disponibilidade e também à menor qualidade do trigo, fazendo com que compradores consultados pelo Cepea pressionassem os valores do cereal no momento da aquisição.

Já em São Paulo e Santa Catarina, regiões consumidoras, as cotações médias subiram.

As altas se devem aos maiores valores externos e também logísticos de importação. No entanto, esses aumentos foram compensados pela desvalorização cambial, que elevou a paridade de importação.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink