Trigo gaúcho ainda sem vendedor
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)

Imagem: Marcel Oliveira

CEREAIS

Trigo gaúcho ainda sem vendedor

Eles acham o preço atual muito baixo
Por: -Leonardo Gottems
261 acessos

De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, hoje o mercado de trigo gaúcho teve compradores a R$ 1.050,00 no porto para dezembro (exportação) e R$ 980,00/t no interior (moinhos), mas ninguém quis vender. Isso, segundo a T&F, teve duas razões. 

“Estão esperando para colher e saber exatamente a qualidade e os vendedores acham estes preços muito baixos, porque a safa anterior terminou com preços ao redor de R$ 1.300,00/t. Mas, que seja apenas pela primeira razão, já é forte o suficiente para este marasmo de negócios”, comenta. 

“Os últimos negócios feitos, na última sexta-feira, foram de trigo melhorador a R$ 1.050 FOB e trigo branqueador a R$ 950 FOB, entrega início de novembro. A demanda começa a se movimentar”, completa. 

O estado de Santa Catarina, aumentou em 12% a área plantada e deverá aumentar 22% a produção, para 189 mil toneladas. “Na grande maioria delas não há registros de problemas de ordem fitossanitária ou climáticos, como falta ou excesso de chuvas. Em todo estado, 94% das lavouras encontram-se em condição boa e apenas 6% em  condição ruim”, informa. 

No Paraná, os preços de R$ 1.200,00 CIF moinho para setembro, R$ 1.100,00 p/outubro e R$ 1.050,00 para novembro. “Vendedores ainda entre R$ 1.200/1.150 e compradores entre R$ 1.050/1.150 FOB, por tonelada.  No Oeste e no Centro do estado ofertas a R$ 1.180/tFOB. Rodaram alguns negócios a R$ 1200/t CIF Campos Gerais. Ofertas se mantém nos níveis de 1.200/t FOB e não tem rodado muitos lotes”, indica. 

“Os preços finais do trigo argentino posto nos moinhos do Sul do Brasil fecharam em alta nesta quarta-feira nos valores CIF. Nos moinhos do Rio Grande do Sul e do Paraná, por via marítima (portos de Rio Grande e Paranaguá), atingirem cerca de R$ 1.569,53 (1.537,35) em setembro, R$ 1.549,33 (1.522,24) em outubro, R$ 1.494,60 (1.468,52) em novembro, R$ 1.467,88 (1.442,25)  em dezembro, R$1.496,83 (1.470,67) em janeiro e R$ 1.497,97 (1.471,88) em fevereiro”, conclui. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink