Trigo gaúcho está 50% bom
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,124 (0,34%)
| Dólar (compra) R$ 5,57 (-0,66%)

Imagem: Marcel Oliveira

ESTIMATIVAS

Trigo gaúcho está 50% bom

Conab espera produção de 2,7 milhões de toneladas
Por: -Leonardo Gottems
1491 acessos

A T&F Consultoria Agroeconômica estima que o estado do Rio Grande do Sul tem 50% das lavouras de trigo em condição boa, 25% em condição média e 25% em condição ruim, que é a quebra estimada para esta safra. O relatório da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) espera uma produção de 2,7 milhões de toneladas para o estado.  

“Já o relatório semanal de acompanhamento das culturas, divulgado também nesta quinta-feira pela Emater-RS, refere-se mais ao estado agronômico da cultura e registra que a semana foi marcada por nebulosidade e pela presença de massa de ar frio, provocando declínio da temperatura em todo Estado, com chuvas de volumes variados em algumas regiões. Nos últimos dias da semana, as condições do tempo firmaram e favoreceram o bom desenvolvimento do trigo”, comenta a T&F. 

Na região de Santa Rosa, 26% dos cultivos já entraram na fase de enchimento dos grãos, e a fase de maturação iniciou. Os desdobramentos das fortes geadas de 21 e 22 de agosto ainda são sentidos nas lavouras, que começam a mostrar mais claramente os danos ocasionados. Na de Frederico Westphalen, 5% das lavouras já estão na fase de maturação. A cultura segue com ótimo desenvolvimento e bom estande de plantas; o tempo firme permitiu continuar os tratos culturais. Os efeitos das geadas se estabilizaram, e o rendimento esperado se mantém em 2.740 quilos por hectare. 

“Na região de Bagé, na Fronteira Oeste, produtores e técnicos da Emater/RS-Ascar avaliam as perdas em decorrência da sequência de geadas no final de agosto. Em São Borja, município mais afetado, é realizado grande número de laudos preliminares de cobertura de Proagro. Em Maçambará, nas localidades ao Leste do município tiveram as lavouras mais afetadas; ocorreu morte de plantas em lavouras em fase de florescimento e enchimento de grãos; a estimativa de perdas é de 15%”, conclui. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink