Trigo no RS: não há vendedor abaixo de R$ 1.400,00
CI
Imagem: Marcel Oliveira
CEREAIS

Trigo no RS: não há vendedor abaixo de R$ 1.400,00

Em Santa Catarina, a colheita foi acelerada
Por: -Leonardo Gottems

No estado do Rio Grande do Sul, o mercado de trigo não tem vendedor abaixo de R$ 1.400,00, segundo as informações trazidas pela TF Agroeconômica. “Soubemos hoje que ontem, terça-feira, foram negociados dois lotes de 1.000 toneladas nas Missões a R$ 1.300,00 FOB, pagamento 60 dias. Hoje um comprador ofereceu R$ 1.300,00 com pagamento 28 dias ou até antecipado, e não encontrou vendedor a menos de R$ 1.400,00/t no estado. Mercado desgovernou”, comenta. 

Em Santa Catarina, a colheita foi acelerada pelo tempo e pode terminar esta semana no Oeste. “O maior preço pago ao produtor passou a ser em Campos Novos, com R$ 75,00/saca (R$ 1.250,00/t), que hoje ultrapassou Pinhalzinho, que continuou a R$ 72,00/saca (R$ 1.200,00/t). As ofertas nos mercados de lotes seguem os preços dos estados vizinhos, nenhuma inferior a R$ 1.400,00 no RS e R$ 1.500,00 no PR”, completa. 

Cooperativas e cerealistas do Paraná não vendem sem fixar com o produtor, que não vende porque quer mais. “O mercado está travado na base, por iniciativa do produtor, que pensa da seguinte forma: mentaliza um preço, quando chega perto ele sobe um degrau e assim vem se arrastando, o pior que preço está aumentando e a estratégia está dando certo. Não tem como mudar ideia deles; só vendem o necessário para cobrir despesas que aparentemente são poucas. E, as cooperativas e cerealistas ou revendas de insumos não vendem sem  o produtor fixar com elas, no que estão certas”, informa. 

Os preços finais do trigo argentino posto nos moinhos do Sul do Brasil fecharam em alta nesta quarta-feira nos valores CIF. Nos moinhos do Rio Grande do Sul e do Paraná, por via marítima (portos de Rio Grande e Paranaguá), atingirem cerca de R$ 1.599,46 (1.598,64) em Outubro. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink