Uberlândia sedia Simpósio sobre Produção Competitiva de Leite
CI
Agronegócio

Uberlândia sedia Simpósio sobre Produção Competitiva de Leite

Por:

Nesta sexta-feira, mais de mil produtores, técnicos e estudantes do Brasil e do exterior participaram da abertura da décima edição do Simpósio Internacional sobre Produção Competitiva de Leite - Interleite 2010. O evento vai até sábado (21) no Centro de Convenções do Center Shopping.

“O Interleite é o principal evento da cadeia produtiva de leite do país e cresce a cada edição. É uma satisfação estarmos aqui em Uberlândia e contar com o apoio da Prefeitura”, disse o presidente da Itambé, Jacques Gontijo Álvares.

Estão programadas 16 palestras sobre mercado de leite e insumos, cooperativismo, lucratividade na produção de leite, criação de gado de alto desempenho, sistemas de produção de leite, entre outros temas.

De acordo com o coordenador do evento, Marcelo Pereira de Carvalho, esta é a maior edição do Interleite já realizada. Em 2009 foram 870 participantes. “Neste ano, mais de mil pessoas se inscreveram e novos participantes ainda podem se inscrever no local. Este é um evento que procura trazer um pouco de tudo, desde sistemas de produção à parte técnica e relação com o mercado”, explicou.

Para a secretária de agropecuária e abastecimento da Prefeitura de Uberlândia, Walkíria Borges, esta é uma oportunidade para o produtor local se profissionalizar e aprender a produzir com lucratividade. “Desde 2006 a prefeitura apoia este evento. Essa parceria é importante não apenas para nossos produtores locais, mas para o comércio em geral também. Em Uberlândia, 65% dos produtores rurais, produzem leite, mas numa escala não muito competitiva. Aqui, eles vão poder trocar experiências com outros produtores e aprender a equilibrar o preço do leite com o que é gasto com insumos e garantir a lucratividade” contou a secretária.

O evento é ponto de encontro entre produtores de grande e pequeno porte e empresários do setor. Antonio Tinoco Neto entrou na atividade há três anos. Ele trabalha na propriedade da família e desde o início ele sentiu necessidade de trocar experiência com outros produtores. “Minha família produz leite há 27 anos, mas o mercado tem evoluído muito rápido. Contratamos uma assessoria para ajudar na administração da produção. É preciso cuidar de perto e estar atento às mudanças para não ficar para trás e não diminuir a produção”, destacou.

Na tarde de hoje está programada a apresentação de um estudo realizado em 157 propriedades rurais da região, abordando a lucratividade no setor. Os participantes poderão ainda participar de duas sessões de discussão empresarial e uma palestra sobre o equilíbrio financeiro e técnico da produção.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink