Usina de biodiesel entra em operação em Barra dos Bugres (MT)

Agronegócio

Usina de biodiesel entra em operação em Barra dos Bugres (MT)

As plantas produzem atualmente 88,96 milhões de litros/ano
Por: -Marcondes Maciel
16 acessos

Com a inauguração da usina de biodiesel da Barrálcool na última terça-feira (21-11), em Barra do Bugres (169 quilômetros ao Norte de Cuiabá) já são quatro plantas em operação no Estado, somando investimentos de R$ 40 milhões e capacidade de produção de 88,96 milhões de litros/ano.

No total, os investimentos das oito usinas em Mato Grosso - quatro instaladas, duas em fase de implantação e dois projetos em andamento – totalizam investimentos de R$ 150,2 milhões. O número de empregos gerados por essas indústrias totaliza 6,1 mil, sendo 300 diretos e 5,8 mil indiretos.

As quatro usinas em funcionamento em Mato Grosso estão nos municípios de Barra do Bugres, Dom Aquino, Porto Alegre do Norte e Rondonópolis. A primeira, de propriedade da Barrálcool, com investimentos de R$ 27 milhões tem capacidade para produzir 57 milhões de litros de biodiesel por ano. É a maior do Estado em operação na atualidade e a primeira do mundo a produzir biodiesel, açúcar e álcool de forma integrada.

A segunda usina, com sede em Dom Aquino (172 quilômetros ao Sul de Cuiabá), com investimentos de R$ 3 milhões, possui capacidade para produzir 15 milhões de litros de biodiesel/ano.

A usina de Porto Alegre do Norte (1,14 mil quilômetros ao Norte de Cuiabá), da Araguaçu Óleos Vegetais (investimentos de R$ 8 milhões), também pode produzir 15 milhões de litros por ano. A empresa, entretanto, está aguardando autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para produzir o biodiesel. A produção atual está restrita a óleos vegetais.

Em Rondonópolis (210 quilômetros ao Sul de Cuiabá), a Sociedade Salles Indústria está implantando uma usina com capacidade para produzir cerca de 1 milhão de litros de biodiesel por ano. Os investimentos chegam a R$ 1,5 milhão.

Além dessas plantas, outro projeto está em fase de implantação, em Sorriso (460 quilômetros ao Médio Norte de Cuiabá), da Agrosoja. Estão orçados R$ 10 milhões e a previsão é de entrar em operação no próximo mês. A capacidade instalada é de 20 milhões de litros de biodiesel/ano.

Outros dois projetos estão em fase de aprovação em Mato Grosso. O maior deles é o do consórcio Aprosoja/Ampa/Coabra. O outro projeto em fase de andamento é o da Biobrasil, que deverá ser instalada no Distrito Industrial de Cuiabá e produzir 9 milhões de litros em 2007.

De acordo com o secretário adjunto de Desenvolvimento da Secretaria de Indústria, Comércio, Minas e Energia, José Epaminondas Conceição, a Biobrasil está agilizando a documentação para a licença de produção, na ANP e registro na Receita Federal.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink