Usina inicia obras em Quirinópolis (GO)
CI
Agronegócio

Usina inicia obras em Quirinópolis (GO)

Os investimentos somam R$ 343 milhões, sendo que parte será financiada pelo BNDES
Por:

Um dos maiores produtores de açúcar e álcool do Brasil, o Grupo São Martinho lançou nessa sexta-feira (02-03) a pedra fundamental da Usina Boa Vista, no município de Quirinópolis (GO). A cerimônia marca o início da construção do empreendimento que tem uma área total de 140 alqueires. Os investimentos somam R$ 343 milhões, sendo que parte será financiada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A previsão é de que a usina entre em operação já na safra 2008/2009, com capacidade para moer 1,7 milhão de toneladas de cana. Número que pode chegar a três milhões de toneladas nos próximos anos.

Diversas autoridades, representantes de sindicatos e federações estiveram presentes no lançamento oficial das obras. A diretoria do grupo diz que o empreendimento vai beneficiar também as cidades vizinhas de Quirinópolis. O grupo é o segundo maior usineiro do País, e oferecerá mais de mil empregos diretos em Goiás.

O local já conta com poço artesiano e os operários fazem a movimentação de terra. O diretor-presidente da Boa Vista, João Guilherme Sabino Ometto, ressaltou as potencialidades do município e diz que já começou a fazer parcerias com agricultores locais e de cidades vizinhas. “Já estamos fazendo parceria com os produtores da região. Não somos uma firma que tem as terras. Nós temos parcerias com os fazendeiros e produtores”, ressaltou.

Inicialmente, a Usina Boa Vista só produzirá álcool hidratado. Na safra 2010/2011, a empresa deve atingir a marca de 286,9 milhões de litros, ou seja, combustível para ser utilizado em veículos movidos a álcool ou nos carros bicombustíveis. Os viveiros já se encontram em formação e o plantio e colheita serão realizados com máquinas, já que as terras da cidade são planas e facilitam operações mecanizadas.

Capital aberto – Os diretores do grupo, o governador Alcides Rodrigues (PP) e o prefeito de Quirinópolis, Gilmar Alves (PMDB), plantaram quatro espécies de árvores que marcaram o lançamento do empreendimento: pau-brasil, ipê-amarelo, pequi e baru. Eles também colocaram numa caixa livros que contam a história da família, jornais e um caderno que detalha o lançamento das ações da companhia na Bolsa de Valores.

No último dia 28, o grupo encerrou sua oferta pública de ações. O montante total ofertado atingiu R$ 423,6 milhões, representando 18,75% do capital total da companhia, que tem hoje 26 mil acionistas. Durante o evento, a direção da São Martinho oficializou uma série de doações – um total de R$ 1 milhão – para entidades com importante atuação regional nas áreas social, de saúde e capacitação.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Paulo Afonso Ferreira, esteve presente na solenidade e firmou um acordo com o grupo para que a entidade participe do processo de capacitação dos futuros funcionários da Usina Boa Vista.

“O grande desafio que nós temos hoje é a formação de mão- de-obra, que é um gargalo”, afirmou. O presidente da Fieg disse ainda que a parceria para formação da mão-de-obra é fundamental para a própria competitividade e melhoria da renda da população regional. “É muito útil para a própria sociedade e trabalhadores. Agora, é fundamental que eles (trabalhadores) queiram efetivamente estar se qualificando”, declarou.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink