Uso de EPI ainda é um desafio

Agronegócio

Uso de EPI ainda é um desafio

Objetivo de campanha é conscientizar o produtor e os trabalhadores sobre a importância de utilizar os equipamentos
Por:
4184 acessos
A adoção do Equipamento de Proteção Individual (EPI) é obrigatório por lei, mas muitos desconhecem ou ignoram a regra. Para incentivar a utilização dos aparelhos, a revenda Central Agrícola, localizada no município de Faxinal, criou em 2009 o Programa EPI Solidário. O projeto, criado pelo proprietário Anderson Pereira Machado, consiste na doação de todo o lucro obtido pela loja nas vendas de EPIs para instituições de caridade.


''Nosso objetivo é conscientizar o produtor e os trabalhadores sobre a importância de utilizar os equipamentos'', destaca. Neste ano, a arrecadação do lucro nas vendas de EPI foi de R$ 1.850,00, direcionado a uma escola da região. Nos dois primeiros anos do programa, a Associação de pais e Amigos Excepcionais (APAE) de Faxinal recebeu R$ 2.120,00. Para arrecadar tal quantia, foram vendidos 212 EPIs. Em 2011, a Casa Lar da cidade recebeu um cheque no valor de R$ 1.850,00.


A iniciativa pioneira já reflete nas vendas da loja que, segundo Machado, ''já teve um ligeiro aumento, mas ainda sem números percentuais definidos''. Machado destaca que, com a campanha, as pessoas começaram a optar por comprar na loja. ''Não visamos obter lucro nas vendas de EPI, mas sim conscientizar as pessoas'', salienta. O empresário completa que não quer parar com o projeto, pois já está pensando na doação de 2013.


Machado destaca que ainda há muitos mitos sobre o uso do EPI. Um deles é de que os equipamentos são desconfortáveis. Segundo o empresário, os aparelhos antigos eram incômodos, mas os de hoje são confeccionados com materiais leves e confortáveis. Ele acrescenta que a sensação de desconforto também pode ser associada a fatores como falta de treinamento ou ao uso incorreto. Outro mito, completa Machado, é de que eles são caros. Mas segundo dados da Central Agrícola, eles representam apenas 0,05% dos investimentos em uma lavoura. (R.M.)

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink