Vacinação contra a aftosa começa nesta quarta-feira em Alagoas
CI
Agronegócio

Vacinação contra a aftosa começa nesta quarta-feira em Alagoas

A Adeal espera superar os índices de cobertura vacinal atingidos nas etapas anteriores
Por: -Renata
Tirar o estado da zona de risco desconhecido para a febre aftosa é prioridade para a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), que inicia, nesta quarta-feira (1°), mais uma etapa da campanha de vacinação contra a enfermidade.

A campanha, obrigatória para bovinos e bubalinos, acontece até o dia 31. A Adeal espera superar os índices de cobertura vacinal atingidos nas etapas anteriores. Os resultados das últimas campanhas foram ótimos. Mas o produtor não pode achar que seu dever foi cumprido e deixar de vacinar. Esse é um trabalho contínuo. O estado precisa manter os bons números?, adverte Hibernon Cavalcante, diretor presidente da Adeal.

Em 2007, os índices das duas etapas da campanha, realizadas em abril e outubro, ficaram em torno de 93%. Em abril deste ano, a cobertura vacinal cresceu para aproximadamente 94%. A exigência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é que a vacinação supere 80% em todos os municípios.

Após a vacinação, o criador tem ainda que fazer a declaração. Ela deve ser feita com a nota fiscal de compra da vacina, até 15 dias depois do término da campanha, no escritório da Adeal mais próximo à propriedade. Para quem não cumprir as exigências as multas são de R$ 162,00 pela não vacinação e R$ 486,00 pela não declaração e os animais ficam proibidos de transitar e participar de eventos.

Esta etapa da campanha traz novidades. Seguindo a Instrução Normativa n° 44, do Ministério da Agricultura, a Adeal adverte aos criadores que durante o mês de outubro só poderá ser retirada a Guia de Trânsito Animal (GTA) para bovinos e bubalinos que já tenham sido imunizados nesta etapa da campanha.

Sem o documento os animais não podem participar de feiras de gado nem transitar de uma propriedade a outra. Para evitar problemas os produtores devem procurar vacinar seus animais logo no início da campanha. Quem deixar para o final terá uma restrição na movimentação?, alerta Hibernon Cavalcante.

Em caso de dúvidas a respeito da vacinação o criador pode procurar o escritório da Adeal em sua região ou ligar para 0800 82 0040. As informações são da assessoria de imprensa da Adeal.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.