Hérnia das crucíferas (Plasmodiophora brassicae)
CI

Hérnia das crucíferas

(Plasmodiophora brassicae)

Culturas Afetadas: Brócolis, Couve, Couve-chinesa, Couve-flor, Repolho

O fungo Plasmodiophora brassicae, agente causal da hérnia-das-crucíferas em repolho (

Brassica oleracea var. capitata) e couve (Brassica oleracea var. acephala), tem ampla distribuição pelo mundo, atacando a maioria das espécies de brássicas. No Brasil, este fungo foi relatado no Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Pernambuco, principalmente em locais com temperatura amena e alta umidade.

Danos: O fungo forma galhas de tamanhos variados, de alguns milímetros até dez ou mais centímetros de diâmetro nas raízes e, em alguns casos, na região do coleto. Estas galhas são resultantes de um processo de hipertrofia de células e tecidos provocado pela colonização do fungo. As plantas infectadas também podem apresentar a produção de raízes adventícias. Como sintoma reflexo, a doença causa enfezamento, clorose parcial da folhagem e murcha nas horas mais quentes do dia.

Controle: Rotação com culturas não susceptíveis, uso de variedades resistentes, realização de calagem ajustando o pH próximo a 7,0, produção de mudas sadias, limpeza adequada das ferramentas, implementos e roupas dos trabalhadores. Utilizar água de boa qualidade e realizar drenagem adequada do solo. Realizar fumigação do solo em sementeiras, covas para transplante de mudas e pequenas áreas. A solarização do solo apresenta resultados satisfatórios.

Produto Produto Empresa Ingrediente Ativo
Hanami Hanami ISK Ciazofamida
Ranman Ranman ISK Ciazofamida

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.