Bula Atrazina 500 SC Alamos - Alamos

Bula Atrazina 500 SC Alamos

acessos
Atrazina
17918
Alamos

Composição

Atrazina 500 g/L Triazina

Classificação

Herbicida
III - Medianamente tóxico
II - Produto muito perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Suspensão Concentrada (SC)
Seletivo, Sistêmico

Cana-de-açúcar Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Anileira
(Indigofera hirsuta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Anileira
(Indigofera hirsuta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Apaga fogo
(Alternanthera tenella)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Apaga fogo
(Alternanthera tenella)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Beldroega
(Portulaca oleracea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Beldroega
(Portulaca oleracea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Carrapicho beiço de boi
(Desmodium tortuosum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Carrapicho beiço de boi
(Desmodium tortuosum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Carrapicho de carneiro
(Acanthospermum hispidum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Carrapicho de carneiro
(Acanthospermum hispidum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Catirina
(Hyptis lophanta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Catirina
(Hyptis lophanta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Cheirosa
(Hyptis suaveolens)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Cheirosa
(Hyptis suaveolens)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Corda de viola
(Ipomoea aristolochiaefolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Corda de viola
(Ipomoea aristolochiaefolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Falsa serralha
(Emilia sonchifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Joá de capote
(Nicandra physaloides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Joá de capote
(Nicandra physaloides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Mentrasto
(Ageratum conyzoides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Nabiça
(Raphanus raphanistrum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Nabiça
(Raphanus raphanistrum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Picão branco
(Galinsoga parviflora)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Picão branco
(Galinsoga parviflora)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Picão preto
(Bidens pilosa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Picão preto
(Bidens pilosa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Poaia branca
(Richardia brasiliensis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Poaia branca
(Richardia brasiliensis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Trapoeraba
(Commelina diffusa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência, através de tratamento em área total, na cana-planta após o plantio dos toletes e, na cana-soca, após o corte, enleiramento da palha, cultivo e adubação da soqueira
Trapoeraba
(Commelina diffusa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamentos em área total (cana-planta e cana-soca), sobre a cultura germinada até o porte aproximado de 30-40 cm e com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Milho Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Anileira
(Indigofera hirsuta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Anileira
(Indigofera hirsuta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Apaga fogo
(Alternanthera tenella)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Apaga fogo
(Alternanthera tenella)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Beldroega
(Portulaca oleracea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Beldroega
(Portulaca oleracea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Carrapicho beiço de boi
(Desmodium tortuosum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Carrapicho beiço de boi
(Desmodium tortuosum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Carrapicho de carneiro
(Acanthospermum hispidum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Carrapicho de carneiro
(Acanthospermum hispidum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Catirina
(Hyptis lophanta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Catirina
(Hyptis lophanta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Cheirosa
(Hyptis suaveolens)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Cheirosa
(Hyptis suaveolens)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Corda de viola
(Ipomoea aristolochiaefolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Corda de viola
(Ipomoea aristolochiaefolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Falsa serralha
(Emilia sonchifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Joá de capote
(Nicandra physaloides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Joá de capote
(Nicandra physaloides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Mentrasto
(Ageratum conyzoides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Nabiça
(Raphanus raphanistrum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Nabiça
(Raphanus raphanistrum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 1 a 3 folhas
Picão branco
(Galinsoga parviflora)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Picão branco
(Galinsoga parviflora)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Picão preto
(Bidens pilosa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Picão preto
(Bidens pilosa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Poaia branca
(Richardia brasiliensis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Poaia branca
(Richardia brasiliensis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Trapoeraba
(Commelina diffusa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar logo após o plantio na pré-emergência total, através de tratamento em área total, ou em faixas com largura aproximada de 50 cm ao longo do sulco de plantio
Trapoeraba
(Commelina diffusa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total, logo após a germinação da cultura com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Sorgo Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Anileira
(Indigofera hirsuta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Anileira
(Indigofera hirsuta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Apaga fogo
(Alternanthera tenella)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Apaga fogo
(Alternanthera tenella)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Beldroega
(Portulaca oleracea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Beldroega
(Portulaca oleracea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Carrapicho beiço de boi
(Desmodium tortuosum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Carrapicho beiço de boi
(Desmodium tortuosum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Carrapicho de carneiro
(Acanthospermum hispidum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Carrapicho de carneiro
(Acanthospermum hispidum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Catirina
(Hyptis lophanta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Catirina
(Hyptis lophanta)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Cheirosa
(Hyptis suaveolens)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Cheirosa
(Hyptis suaveolens)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Corda de viola
(Ipomoea aristolochiaefolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Corda de viola
(Ipomoea aristolochiaefolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Falsa serralha
(Emilia sonchifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Joá de capote
(Nicandra physaloides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Joá de capote
(Nicandra physaloides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Mentrasto
(Ageratum conyzoides)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Nabiça
(Raphanus raphanistrum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Nabiça
(Raphanus raphanistrum)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 1 a 3 folhas
Picão branco
(Galinsoga parviflora)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Picão branco
(Galinsoga parviflora)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Picão preto
(Bidens pilosa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Picão preto
(Bidens pilosa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Poaia branca
(Richardia brasiliensis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Poaia branca
(Richardia brasiliensis)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas
Trapoeraba
(Commelina diffusa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar na pré-emergência através de tratamento em área total, logo após o plantio do sorgo somente nos solos de textura média e pesada. Não recomendar a aplicação em solo arenoso na pré-emergência
Trapoeraba
(Commelina diffusa)
4 a 5 L p.c./ha 150 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. Não determinado. Aplicar através de tratamento em área total com o sorgo germinado e porte aproximado de 15 cm e com as invasoras com estádio de desenvolvimento de 2 a 4 folhas

INÍCIO, NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO:

Recomenda-se aplicar de preferência pela manhã antes das 10 horas ou no final da tarde, a partir das 16 horas quando as condições climáticas são as mais favoráveis para atividade pós-emergente, principalmente pela maior Umidade Relativa (UR) do ar.
Evitar aplicações sobre plantas excessivamente molhadas pela ação da chuva ou orvalho muito forte.
Não aplicar ATRAZINA 500 SC ALAMOS com solo seco, principalmente se antecedeu um período de estiagem prolongado que predispõe as plantas infestantes ao estado de “stress” por deficiência hídrica, comprometendo o controle. O solo deve estar úmido durante a aplicação.

MODO DE APLICAÇÃO:

ATRAZINA 500 SC ALAMOS pode ser aplicado através de aplicações terrestres convencionais (costais ou tratorizados) e aplicação aérea.
Para as culturas indicadas, aplica-se ATRAZINA 500 SC ALAMOS tomando-se o cuidado necessário para não atingir as partes verdes das plantas úteis (folhas, ramos ou caules jovens ainda não suberizados).
Para preparo da calda para a pulverização, despejar a quantidade pré-determinada do produto diretamente no tanque do pulverizador parcialmente cheio, e em seguida, completar o volume com o sistema de agitação em funcionamento.
Uso de adjuvantes/espalhantes nas aplicações pós-emergentes:
A maior eficiência no controle pós-emergente das plantas daninhas com ATRAZINA 500 SC ALAMOS é obtido com adição de espalhantes adesivos não iônicos ou óleos minerais ou vegetais, nas doses indicadas pelos respectivos fabricantes.

a) Quando da adição de óleos minerais ou vegetais, no preparo da calda, proceder da seguinte forma:
Colocar água até ¾ da capacidade do tanque.
Acionar a agitação do pulverizador.
Adicionar o óleo na quantidade recomendada.
Aguardar a completa homogeneização do óleo na calda.
Adicionar a quantidade indicada do ATRAZINA 500 SC ALAMOS.
Completar o tanque com água.
b) Quando da adição de espalhante adesivo, este deve ser adicionado como último componente com o tanque quase cheio e o sistema de agitação em funcionamento.



2) APLICAÇÃO AÉREA:
Barra com bicos para aeronaves de asa fixa – Ipanema (qualquer modelo)
Bicos: 80.10; 80.15; 80.20.
Volume de aplicação: 40-50 l/ha
Altura de vôo: 3-4 metros do topo da cultura
Largura da faixa de deposição: 15 metros
Tamanho e densidade de gotas: pré-emergência: até 400 ?m. Pós-emergência: 200-400 ?m.
NOTA: Sobre outros equipamentos, deve-se providenciar uma boa cobertura de pulverização nas plantas.
Condições climáticas:
Temperatura do ar (Máxima): 27°C
U.R. Mínima de 55%
Velocidade do vento (Máxima): 10 Km/h (3 m/s)

INTERVALO DE SEGURANÇA:
Intervalo de segurança não determinado devido a modalidade de emprego.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS:
(De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana - ANVISA/MS)

LIMITAÇÕES DE USO:

O produto deve ser utilizado somente para as culturas que estão registradas, seguindo as instruções de uso aprovadas.
Na cultura do sorgo, não aplicar em solos arenosos.
O produto não deve ser aplicado em solos secos, mal preparados, com torrões.
Nas infestações predominantemente de gramíneas como Capim colchão, Capim carrapicho, tanto em pré como na pós-emergência o produto não deve ser recomendado.
Efetuar teste de sensibilidade antes de aplicar nas linhagens de milho.
No sistema de plantio direto não aplicar em áreas mal dessecadas (manejo inadequado).
Nos tratamentos pós-emergentes evitar aplicações nas horas quentes do dia, com umidade do ar inferior a 60% e plantas daninhas em “stress” hídrico.
Precipitações excessivas nas 2 primeiras semanas após a aplicação do produto poderão comprometer a atividade residual do herbicida.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS:
VIDE DADOS RELATIVOS À PROTEÇÃO DA SAÚDE HUMANA, conforme Avaliação Toxicológica da ANVISA/MS.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO A SEREM USADOS:

Vide Modo de Aplicação

DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TRÍPLICE LAVAGEM DA EMBALAGEM OU TECNOLOGIA EQUIVALENTE:
VIDE DADOS RELATIVOS À PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE.

INFORMAÇÕES SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A DEVOLUÇÃO, DESTINAÇÃO, TRANSPORTE, RECICLAGEM, REUTILIZAÇÃO E INUTILIZAÇÃO DAS EMBALAGENS VAZIAS;
VIDE DADOS RELATIVOS À PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE.

INFORMAÇÕES SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A DEVOLUÇÃO E DESTINAÇÃO DE PRODUTOS IMPRÓPRIOS PARA UTILIZAÇÃO OU EM DESUSO.
VIDE DADOS RELATIVOS À PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS INFESTANTES:
O uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento da população de plantas daninhas a ele resistentes.

INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO DE RESISTÊNCIA DE PLANTAS INFESTANTES:
Como prática de manejo e resistência de plantas infestantes deverão ser aplicados herbicidas, com diferentes mecanismos de ação, devidamente registrados para a cultura. Não havendo produtos alternativos recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos consulte um Engenheiro Agrônomo.