Bula Cierto 100 GR - ISK

Bula Cierto 100 GR

CI
Fostiazato
4199
ISK

Composição

Fostiazato 100 g/kg

Classificação

Terrestre
Inseticida, Nematicida
4 - Produto Pouco Tóxico
II - Produto muito perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado (GR)
Sistêmico

Sacos de papelão impermeabilizado com capacidade para 1, 5, 10, 20, 25, 40 ou 60 kg; Sacos plásticos com capacidade para 1, 5, 10, 20, 25, 40 ou 60 kg. Galão de PEAD com capacidade para 5, 10 ou 20 kg.

MODO DE APLICAÇÃO

Banana:
Para controle do moleque da bananeira: De 15 a 20 dias após a colheita, preparar a isca com o pseudocaule das plantas colhidas. Cortar o pseudocaule transversalmente produzindo um "queijo" de aproximadamente 5 a 10 cm de altura. Distribuir o produto sobre a base do pseudocaule cortado que permaneceu no solo e cobrir com o "queijo".
Para controle do nematóide: Com um aplicador apropriado, distribuir uniformemente o produto sobre o solo formando uma coroa, com aproximadamente 30 cm de raio, somente em torno do filhote.

Batata:
Com aplicador adaptado a plantadeira ou com aplicador manual, distribuir o produto uniformemente no fundo do sulco de plantio. A segunda aplicação deverá ser feita imediatamente antes da amontoa. Usando-se aplicador apropriado, distribuir o produto sobre o solo ao longo da linha de plantio, a aproximadamente 10 cm do colo das plantas.

Café:
O produto somente deve ser aplicado em cafeeiro adulto.
Utilizar aplicador manual ("matraca") ou granuladeira acoplada ao trator. Aplicar nos dois lados da linha de plantio, na projeção das copas das plantas, a uma profundidade de 3 a 5 cm.

Cenoura:
Antes da semeadura, distribuir o produto uniformemente no canteiro e incorporá-lo ao solo a 5 cm de profundidade.
Obs.: Seguir estas condições de aplicação e sempre consultar um Engenheiro Agrônomo.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Banana, Batata, Cenoura e Café: 60 dias

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Devido à modalidade de aplicação, não há restrições quando a entrada de pessoas nas áreas tratadas, desde que estejam calçadas. Evitar que animais circulem pela área tratada.

LIMITAÇÕES DE USO

O produto não apresenta restrições ao uso se utilizado de acordo com as instruções. Nunca distribua o produto com as mãos, mesmo com a utilização de luvas. Observar o intervalo de segurança antes da colheita.

INFORMAÇÕES SOBRE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS

. Durante a manipulação e a preparação da calda, use óculos ou viseira facial, máscara contra pó, luvas impermeáveis e botas.
. Durante a aplicação use calças compridas, botas, luvas impermeáveis e máscara contra pó.
. Evite comer, fumar ou beber durante o manuseio ou aplicação do produto.
. Não utilize equipamento com vazamentos.
. Não desentupa bicos, orifícios, válvulas, tubulações, etc., com a boca.
. Distribua o produto da própria embalagem sem contato manual.
. Após a utilização do produto, remova as roupas protetoras e tome banho.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Recomenda-se, de maneira geral, o manejo integrado de pragas (MIP), envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle, como o controle cultural, controle biológico (predadores e parasitoides), controle microbiano, controle por comportamento, variedades resistentes e controle químico, sempre alternando produtos de diferentes grupos químicos, com mecanismos de ação distintos.
Recomenda-se, de modo geral, o manejo integrado de doenças, envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle. O uso de sementes sadias, variedades resistentes, rotação de culturas, época adequada de semeadura, adubação equilibrada, controle biológico, manejo da irrigação e outros, visam o melhor equilíbrio do sistema.

A resistência de pragas a agrotóxicos ou qualquer outro agente de controle pode tornar-se um problema econômico, ou seja, fracassos no controle da praga podem ser observados devido à resistência.
O inseticida CIERTO 100 GR pertence ao grupo 1B e o uso repetido deste inseticida ou de outro produto do mesmo grupo pode aumentar o risco de desenvolvimento de populações resistentes em algumas culturas.
Para manter a eficácia e longevidade do CIERTO 100GR como uma ferramenta útil de manejo de pragas agrícolas, é necessário seguir as seguintes estratégias que podem prevenir, retardar ou reverter a evolução da resistência:
Adotar as práticas de manejo a inseticidas, tais como:
• Rotacionar produtos com mecanismo de ação distinto do Grupo 29. Sempre rotacionar com produtos de mecanismo de ação efetivos para a praga alvo.
• Usar CIERTO 100GR ou outro produto do mesmo grupo químico somente dentro de um “intervalo de aplicação” (janelas) de cerca de 30 dias.
• Aplicações sucessivas de CIERTO 100GR podem ser feitas desde que o período residual total do “intervalo de aplicações” não exceda o período de uma geração da praga-alvo.
• Respeitar o intervalo de aplicação para a reutilização do CIERTO 100GR ou outros produtos do Grupo 1B quando for necessário;
• Sempre que possível, realizar as aplicações direcionadas às fases mais suscetíveis das pragas a serem controladas;
• Adotar outras táticas de controle, previstas no Manejo Integrado de Pragas (MIP) como rotação de culturas, controle biológico, controle por comportamento etc., sempre que disponível e apropriado;
• Utilizar as recomendações e da modalidade de aplicação de acordo com a bula do produto;
• Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e para a orientação técnica na aplicação de inseticidas;
• Informações sobre possíveis casos de resistência em insetos e ácaros devem ser encaminhados para o IRAC-BR (www.irac-br.org.br), ou para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (www.agricultura.gov.br).