Bula Pacto

acessos
Cloransulam-methyl
7398
Dow AgroSciences

Composição

Cloransulam-metílico 840 g/kg Sulfonanilida triazolopirimidina

Classificação

Herbicida
III - Medianamente tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Seletivo
Soja Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Buva
(Conyza bonariensis)
35,7 g p.c./ha 150 a 300 L de calda/ha - - 48 dias. Pós-emergente, plantas infestantes de 2 a 4 folhas
Carrapicho de carneiro
(Xanthium strumarium)
35,7 g p.c./ha 150 a 300 L de calda/ha - - 48 dias. Pós-emergente, plantas infestantes de 2 a 4 folhas
Corda de viola
(Ipomoea grandifolia)
35,75 a 35,7 g p.c./ha 150 a 300 L de calda/ha - - 48 dias. Pós-emergente, plantas infestantes de 2 a 4 folhas
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
47,6 g p.c./ha 150 a 300 L de calda/ha - - 48 dias. Pós-emergente, plantas infestantes de 2 a 4 folhas
Nabiça
(Raphanus raphanistrum)
35,7 g p.c./ha 150 a 300 L de calda/ha - - 48 dias. Pós-emergente, plantas infestantes de 2 a 4 folhas
Picão preto
(Bidens pilosa)
35,7 g p.c./ha 150 a 300 L de calda/ha - - 48 dias. Pós-emergente, plantas infestantes de 2 a 4 folhas
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
47,6 g p.c./ha 150 a 300 L de calda/ha - - 48 dias. Pós-emergente, plantas infestantes de 2 a 4 folhas

Sacos solúveis com 12, 24, 36, 48, 60, 72, 84, 96, 120 g. Frascos plásticos 120 g.

INSTRUÇÕES DE USO:
PACTO é um herbicida seletivo, aplicado em pós-emergência, recomendado para o controle de plantas infestantes de folhas largas na cultura da soja.

PACTO pode ser usado tanto nas áreas tradicionais de plantio de soja, na região sul, como também nas áreas de cerrado, do meio oeste brasileiro.

PACTO controla, na dose de 35,7 a 47,6 g/ha do produto, equivalente a 30 a 40 gramas de ingrediente ativo por hectare.

PACTO na dose de 47,6 g/ha do produto formulado, euqivalente a 30 gramas de ingrediente ativo/ha, controla as plantas infestantes.

OBS.: Utilizar espalhante adesivo não ionico na proporção de 200 ml para 100 litros de calda.

INÍCIO, NÚMERO, ÉPOCAS E INTERVALOS DAS APLICAÇÕES:
É recomendada a utilização de PACTO em aplicação pós-emergente, quando as plantas daninhas estiverem no estádio de 2 a 4 folhas; deve-se fazer apenas uma aplicação por ano.

MODO DE APLICAÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO:
PACTO deverá ser aplicado por equipamento terrestre, por pulverizador tratorizado, de baixa pressão (35 a 50 lb/pol2), com barras e dotados de bicos tipo "leque" 80.02 a 80.04 ou 110.02 a 110.04. A altura da barra, distância entre bicos e pressão utilizada devem ser calculadas de modo a prover uma cobertura uniforme da parte aérea das plantas daninhas. O volume de calda recomendado é de 150 a 300 litros por hectare.

INTERVALO DE SEGURANÇA:
Soja: 48 dias.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS: (De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana- ANVISA/MS).

LIMITAÇÕES DE USO:
A soja apresenta boa tolerância à aplicação de PACTO nas doses recomendadas, quando a mesma for plantada em áreas apropriadas para o seu cultivo.

MECANISMOS DE AÇÃO, ABSORÇÃO E EXCREÇÃO PARA O SER HUMANO: Administrado oralmente em doses aaté 1000 mg/kg peso vivo, o produto foi rapidamente excretado, com intenso metabolismo.

EFEITOS AGUDOS E CRÔNICOS: PACTO pode apresentar leve irritação ocular, que desaparece dentro de 24 horas apresentando baixa toxicidade aguda por via dérmica e oral. O produto não produz irritação dérmica nem é sensibilizante. Não foram verificados efeitos adversos nos estudos inalatórios conduzidos com PACTO.

EFEITOS COLATERAIS: Não foram detectados efeitos colaterais nas doses utilizadas nas diversas provas toxicológicas com o produto.

PRECAUÇÕES GERAIS: Não coma, não beba e não fume durante o manuseio do produto. Não utilize equipamento com vazamento. Não desentupa bicos, orifícios e válvulas com a boca. Não distribua o produto com a mão desprotegida.

PRECAUÇÕES NO MANUSEIO: Se houver contato do produto com os olhos, lave-os imediatamente e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Use máscara cobrindo o nariz e a boca. Caso o produto seja inalado ou aspirado, procure local arejado e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Use luvas de borracha. Ao contato com o produto com a pele, lave-a imediatamente e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Ao abrir a embalagem, faça de modo a evitar respingos.

PRECAUÇÕES DURANTE A APLICAÇÃO: Evite o máximo possível, o contato com a área de aplicação. Não aplique o produto contra o vento. O produto produz neblina, use máscara cobrindo o nariz e a boca. Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga, luvas e botas.

PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO: Não reutilize a embalagem vazia. Mantenha o restante do produto adequadamente fechado, em local trancado, longe do alcance de crianças e animais. Tome banho, troque e lave suas roupas.

PRIMEIROS SOCORROS: INGESTÃO: Provoque vômito e procure logo o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do produto. OLHOS: Lave com água em abundância e procure logo o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do prodduto. PELE: Lave com água em abundância e procure logo o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do produto. INALAÇÃO: Procure lugar arejado.

ANTÍDOTO E TRATAMENTO: Tratamento sintomático.

PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS QUANTO AOS CUIDADOS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE: Este produto é PERIGOSO ao meio ambiente (classe III). Este produto é ALTAMENTE TÓXICO para algas. Evite a contaminação ambiental - Preserve a Natureza. Não utilize equipamentos com vazamentos. Aplique somente as doses recomendadas. Não aplique o produto na presença de ventos fortes ou nas horas mais quentes. Não lave as embalagens ou equipamento aplicador em lagos, fontes, rios e demais corpos d' água. Descarte corretamente as embalagens e restos do produto.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO: Mantenha o produto em sua embalagem original, sempre fechada. O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado de alimentos, bebidas ou outros materiais. A construção deve ser de alvenaria ou de material não comburente. O local deve ser ventilado, coberto e ter piso impermeável. Coloque placa de advertência com os dizeres: CUIDADO VENENO. Tranque o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas, principalmente crianças. Deve haver sempre embalagens adequadas, disponíveis, para envolver embalagens rompidas ou para o recolhimento de produtos vazados. Em caso de armazéns, deverão ser seguidas as instruções constantes da NBR 9843. Observe as disposições constantes da legislação estadual e municipal.

INSTRUÇÕES EM CASO DE ACIDENTES: Contacte as autoridades locais, competentes e a Empresa DOW AGROSCIENCES INDUSTRIAL LTDA. Utilize o equipamento de proteção individual - EPI (macacão de PVC, luvas e botas de borracha, óculos protetores e máscaras contra eventuais vapores). Isole e sinalize a área contaminada. Em caso de derrame, siga as instruções:

Piso pavimentado: Recolha o material com auxílio de uma pá e coloque em recipiente lacrado e identificado devidamente. Remova conforme orientações de destinação adequada de resíduos e embalagens. Lave o local com grande quantidade de água.

Solo: Retire as camadas de terra contaminada até atingir o solo não contaminado e adote os mesmos procedimentos acima descritos para recolhimento e destinação adequada.

Corpos d´água: Interrompa imediatamente a captação para o consumo humano e animal e contacte o centro de emergência da empresa, visto que as medidas a serem adotadas dependem das proporções do acidente, das características do recurso hídrico em questão e da quantidade do produto envolvido.

Em caso de incêncio, use extintores de água em forma de neblina, CO2 ou pó químico, ficando a favor do vento para evitar intoxicação.

DESTINAÇÃO ADEQUADA DE RESÍDUOS E EMBALAGENS: As embalagens devem ser enxaguadas três vezes e a calda resultante acrescentada à preparação para ser pulverizada (tríplice lavagem). Não reutilize embalagens. As embalagens evem ser perfuradas de maneira a torná-las inadequadas para outros usos.

OBS.: Exceto em caso de existência de recolhimento das mesmas pela empresa. Observe as legislações Estadual e Municipal específicas. Fica proibido o enterrio de embalagens. Consulte o Órgão Estadual de Meio Ambiente.

MÉTODO DE DESATIVAÇÃO: Utilizar incineradores do tipo Forno Rotativo, revestidos com material refratário, equipados com lavadores de gases, a uma temperatura igual ou superior a 1000°C, com tempo de retenção na câmara primária de 2 horas e de 2 segundos na câmara secundária.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

O uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento de população de plantas infestantes a ele resistentes.
Como prática de manejo de resistência em plantas infestantes deverão ser aplicados herbicidas, com diferentes mecanismos de ação, devidamente registrada para cultura. Não havendo produtos alternativos recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos consulte um Engenheiro Agrônomo.

Compatibilidade

Não se conhecem casos de incompatibilidade.