Bula Prez - UPL

Bula Prez

CI
Acetamiprido; Bifentrina
18617
UPL

Composição

Acetamiprido 250 g/kg
Bifentrina 250 g/kg

Classificação

Terrestre/Aérea
Inseticida
3 - Produto Moderadamente Tóxico
I - Produto extremamente perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Sistêmico, Contato, Ingestão

Tipo: Balde
Material: Metálico/Plástico/Fibra celulósica
Capacidade: 0,1; 0,2; 0,5; 1; 2; 5; 10; 12,5; 15; 20; 24; 25 kg.

Tipo: Big-bag
Material: Plástico/Ráfia
Capacidade: 100; 200; 300; 400; 500; 600; 700; 800; 900; 1.000 kg.

Tipo: Bombona
Material: Metálico/Plástico
Capacidade: 0,1; 0,2; 0,5; 1,0; 3,0; 5,0; 10; 12,5; 14; 15; 20; 50 kg.

Tipo: Contentor intermediário(IBC)
Material: Metálico/Plástico/Fibra celulósica
Capacidade: 100; 200; 300; 400; 500; 600; 700; 800; 900; 1.000 kg.

Tipo: Frasco
Material: Metálico/Plástico/Fibra celulósica
Capacidade: 0,1; 0,2; 0,5; 1,0; 2,0; 5,0; 10; 12,5; 15; 20; 24; 25 kg.

Tipo: Saco
Material: Plástico/Plástico metalizado/Plástico aluminizado/Fibra celulósica/Fibra celulósica revestida com plástico/Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio
Capacidade: 0,02; 0,05; 0,1; 0,15; 0,2; 0,25; 0,3; 0,5; 0,6; 1,0; 1,2; 1,5; 2,0; 3,0; 5,0; 9,0; 10; 11; 12,5; 15; 20; 24; 25; 30; 35; 36; 40; 41; 43; 50; 60; 70 kg.

Tipo: Tambor
Material: Metálico/Plástico/Fibra celulósica
Capacidade: 9,0; 11; 12,5; 15; 20; 25; 30; 35; 36; 41; 43; 50; 60; 70 kg.

INSTRUÇÕES DE USO

PREZ é um Inseticida sistêmico de contato e ingestão, para controle de pragas nas culturas de Café e Soja.

MODO E EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO

A aplicação do inseticida PREZ poderá ser feita através de pulverização terrestre ou aérea.
- Aplicação terrestre: Utilizar pulverizador tratorizado de barra, equipado preferencialmente com bicos de jato cônico vazio da série JA ou D utilizando nesta série o difusor 23 ou 25 de acordo com as variações da umidade relativa do ar nas áreas de aplicação, de forma a se obter um diâmetro de gotas de 110 a 140 µm e uma densidade de 50 a 70 gotas/cm², sobre o local onde o alvo biológico se situa. A pressão de trabalho para os bicos recomendados deverá ser de 80 a 120 libras. Utilizar turbo atomizador conforme regulagem acima citados, e procurar através de volume de calda e tamanho de gotas, obter uma aplicação com cobertura uniforme de toda a parte aérea da planta.

- Aplicação aérea: Para a cultura de Soja utilizar barra ou atomizador rotativo Micronair AU 3.000/5000.
- Volume de aplicação: com barra: 20 - 30 L/ha de calda com Micronair: máximo 18 L/Micronair/minuto.
- Altura do vôo: com barra ou Micronair: 4 – 5 m em relação ao topo das plantas.
- Largura da faixa de deposição efetiva: 20 m, para aviões do tipo IPANEMA.
- Tamanho/densidade de gotas: 110 - 140 micrômetros com mínimo de 40 gotas/cm².
- Condições Climáticas: o diâmetro de gotas deve ser ajustado de acordo com as variações da umidade relativa do ar durante toda a aplicação, de modo que se obtenha a densidade e deposição das gotas, obedecendo ventos de até 2 a 10 km/h, temperatura inferior a 32° C e umidade relativa acima de 55%, visando reduzir ao mínimo, perdas por deriva ou evaporação.
- No caso de barra, usar bicos cônicos da série D com disco (core) 45°. Manter a angulação das barras entre 90° (para a umidade do ar acima de 80%), ajustando-a durante a aplicação de acordo com a variação da umidade relativa do ar, até a angulação máxima de 180° em relação à direção do vôo do avião.
- O sistema de agitação do produto no interior do tanque deve ser mantido em funcionamento durante toda a aplicação.

OBS:
- O Engenheiro agrônomo pode alterar as condições de aplicação desde que não ultrapasse a dose máxima, o número máximo de aplicações e o intervalo de segurança determinados na bula.
- Seguir sempre as recomendações de ajuste do avião sob orientação de um Engenheiro agrônomo Coordenador em Aviação Agrícola, credenciado através de cursos especializados e registrados pelo Ministério da Agricultura.

Recomendações para preparo da calda:
- Colocar água limpa no tanque do pulverizador até ¾ do volume total.
- Adicionar o produto na dose indicada.
- Completar o volume de calda, agitando constantemente.
- Ao aplicar o produto é necessário usar o agitador continuamente durante a pulverização.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Café: 40 dias
Soja: 21 dias

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para o uso durante a aplicação.

LIMITAÇÕES DE USO

Os usos do produto estão restritos aos indicados no rótulo e bula.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

GRUPO: 4A – INSETICIDA
GRUPO: 3ª – INSETICIDA

A resistência de pragas a agrotóxicos ou qualquer outro agente de controle pode tornar-se um problema econômico, ou seja, fracassos no controle da praga podem ser observados devido à resistência.
O inseticida PREZ pertence ao grupo 4A (Moduladores competitivos de receptores nicotínicos da acetilcolina– Neonicotinóide) e ao grupo 3A (Moduladores de canais de sódio – Piretróide) e o uso repetido deste inseticida ou de outro produto do mesmo grupo pode aumentar o risco de desenvolvimento de populações resistentes em algumas culturas.
Para manter a eficácia e longevidade do PREZ como uma ferramenta útil de manejo de pragas agrícolas, é necessário seguir as seguintes estratégias que podem prevenir, retardar ou reverter a evolução da resistência:
Adotar as práticas de manejo a inseticidas, tais como:
- Rotacionar produtos com mecanismo de ação distinto dos Grupos 3A e 4A. Sempre rotacionar com produtos de mecanismo de ação efetivos para a praga alvo.
- Usar PREZ ou outro produto do mesmo grupo químico somente dentro de um “intervalo de aplicação” (janelas) de cerca de 30 dias.
- Aplicações sucessivas de PREZ podem ser feitas desde que o período residual total do “intervalo de aplicações” não exceda o período de uma geração da praga-alvo.
- Seguir as recomendações de bula quanto ao número máximo de aplicações permitidas. No caso específico do PREZ, o período total de exposição (número de dias) a inseticidas do grupo químico Neonicotinóide e Piretróide não deve exceder 50% do ciclo da cultura ou 50% do número total de aplicações recomendadas na bula.
- Respeitar o intervalo de aplicação para a reutilização do PREZ ou outros produtos do Grupo 3A e Grupo 4A quando for necessário;
- Sempre que possível, realizar as aplicações direcionadas às fases mais suscetíveis das pragas a serem controladas;
- Adotar outras táticas de controle, previstas no Manejo Integrado de Pragas (MIP) como rotação de culturas, controle biológico, controle por comportamento etc., sempre que disponível e apropriado;
- Utilizar as recomendações e da modalidade de aplicação de acordo com a bula do produto;
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e para a orientação técnica na aplicação de inseticidas; Informações sobre possíveis casos de resistência em insetos e ácaros devem ser encaminhados para o IRAC-BR (www.irac-br.org), ou para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (www.agricultura.gov.br).