Bula Rhodiauram SC - Bayer
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,170 (1,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)

Bula Rhodiauram SC

Tiram
3308294
Bayer

Composição

Tiram 500 g/L

Classificação

Tratamento de Sementes
Fungicida
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Suspensão Concentrada (SC)
Contato

Embalagens: frasco de 1 litro e bombonas 5 litros.

INSTRUÇÕES DE USO

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

Tratamento de sementes, uma única aplicação antes do plantio.

MODO DE APLICAÇÃO

Realizar uma aplicação antes do plantio. Formulação pronta para o uso, aplicado diretamente sobre as sementes. Para melhor cobertura das sementes pode-se adicionar água no máximo até a proporção de 1: 1 em relação ao Rhodiauram SC.
Recomenda-se para este fim o uso de tambor rotativo ou de máquinas elétricas apropriadas para o tratamento de sementes, que proporciona boa distribuição do produto sobre as sementes, reduzindo ao mínimo o contato do aplicador com o produto.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não determinado por tratar-de de tratamento de sementes.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NA CULTURA E ÁREAS TRATADAS

Logo após a semeadura. Quando manipular as sementes tratadas, utilizar luvas e botas de borracha, avental impermeável e máscara com filtro de carvão ativado.

LIMITAÇÕES DE USO

Respeitadas as doses e o modo de aplicação, o produto não apresenta restrições.
Sementes tratadas com Rhodiauram SC não devem ser utilizadas como alimento humano ou em rações animais.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Recomenda-se, de maneira geral, o manejo integrado das doenças, envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle.
O uso de sementes sadias, variedades resistentes, rotação de culturas, época adequada de semeadura, adubação equilibrada, fungicidas, manejo da irrigação e outros, visam o melhor equilíbrio do sistema.

Para as culturas que, durante o ciclo, exigem um elevado número de aplicações, recomenda-se:
- realizar a rotação de fungicidas com mecanismos de ação distintos, visando prevenir o aparecimento de fungos resistentes e prolongar a vida útil dos fungicidas na agricultura; utilizar o fungicida somente na época, na dose e nos intervalos de aplicação recomendados na bula;
- incluir outros métodos de controle de doenças (ex. resistência genética, controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Doenças (MID) quando disponíveis e apropriados.
- consultar um Engenheiro Agrônomo para o direcionamento das recomendações locais para o manejo de resistência.