Qualidade de grãos de milho na secagem e armazenagem

Qualidade de grãos de milho na secagem e armazenagem

Por:
714 acessos

O armazenamento de grãos de milho em condições favoráveis conservam tanto as características quantitativas quanto as qualitativas, e regulam o fornecimento da matéria-prima para a produção de alimentos. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar as alternativas de armazenamento (em silo aerado, silo sem aeração, em sacaria e hermético) de lotes de grãos de milho com diferentes características de qualidade física (massa de grãos normal, de grãos inteiros e de grãos quebrados), nos tempos zero, três e seis meses. Para determinar a qualidade dos grãos foram feitas análises físico-química e determinada as propriedades físicas dos grãos. O tempo de armazenamento de seis meses foi o principal fator que contribuiu para a redução da qualidade dos grãos de milho. As alternativas de armazenamento com aeração, sem aeração, em sacaria e hermético não influenciaram nas propriedades físicas dos grãos, porém alteraram a qualidade físico-química dos grãos. Os grãos de milho quebrados foram os que apresentaram pior qualidade físico-química ao longo do tempo de armazenamento. Enquanto que, os lotes de grãos de milho inteiros diferenciaram positivamente na qualidade, ao longo do armazenamento. Em conclusão, o armazenamento hermético e armazenamento em silos com aeração foram as melhores opções de armazenamento para a qualidade de grãos de milho.

Veja o artigo na íntegra:

https://www.agrolink.com.br/upload/colunas/20181016-colunistas-milho-livro-secagem-armazenamento.doc

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink